Jundiaqui
Jundiaqui

3 cantores de ópera juntos com a Orquestra Municipal neste sábado

Jundiaqui
2 de agosto de 2018
Se apresentam o tenor Caio Duran, a  soprano Marcela Panizza e o barítono Vinícius Atique

A Orquestra Municipal de Jundiaí (OMJ) se apresenta neste sábado (4) no Teatro Polytheama, às 20 horas, acompanhada de jundiaienses que são destaques na ópera.

Veja o repertório:

Abre com a ópera “Cosi fan Tutte”, de Mozart. O programa segue com Mozart, com árias das óperas “Le Nozze di Figaro” e “Don Giovanni”. Em seguida, a Orquestra apresenta árias de “Romeu e Julieta”, de Charles Gounod; a ária “Vy Mne Pisali” da ópera “Eugene Onegin”, de Tchaikovsky; a ária “Questa o quella” do “Rigoletto”, de Giuseppe Verdi; o Terzetto do IIIº ato da ópera “Fledermaus”, de Strauss. O programa da noite encerra-se com o “Brindisi”, da ópera “La Traviata”, também de Verdi.

Para o encerramento do concerto, haverá ainda as participações especiais do Coral Municipal de Jundiaí, regido pela maestrina Vasti Atique, e do Coral Pio X, sob a regência da maestrina Karen Richter Comandulli.

OS CONVIDADOS

TENOR - Caio Duran é bacharel em canto pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Venceu o prêmio revelação no 9º Concurso de Canto Maria Callas. Em 2012, diplomou-se em canto e artes cênicas pela Civica Scuola di Musica Claudio Abbado, em Milão. Em 2017, diplomou-se pelo Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo.

SOPRANO - Marcela Panizza fui semifinalista do programa "Prelúdio", da TV Cultura, em 2017. É formada no curso de Bacharelado em Música com Habilitação em Canto da UNESP e no Ópera Estúdio da EMESP - Tom Jobim. Atua como professora de canto em Jundiaí desde 2014. Este ano, foi triplamente aprovada nos Estados Unidos e escolheu ir estudar na New England Conservatory, em Boston, fazendo Master of Music in Vocal Performance. O curso tem duração de 2 anos de duração e começa agora no segundo semestre.

BARÍTONO - Vinícius Atíque, filho da maestrina Vasti, estudou no Brasil e no Canadá. Apresentou-se nos principais teatros do país. Em 2016, debutou como Silvio, em "Pagliacci", e no papel-título de "Don Giovanni". Em 2017, interpretou Stárek, em "Jenůfa", no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e estrelou o ciclo de canções "Winterreise", no Theatro Municipal de São Paulo.

Fique sabendo: o tenor é o naipe masculino de alcance mais agudo. A soprano é a voz feminina mais aguda e com maior alcance entre todas. Já o barítono é uma voz masculina intermediária, mais grave e aveludada que o tenor.

O Polytheama fica na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

A invasão dos mestres-cucas

Thaty Marcondes escreve sobre os programas de TV cheios de “descozinheiros”

Grafite deixa Santa Cruz e faz novas apostas no futebol

Aos 38 anos, jogador jundiaiense será embaixador do time Edinaldo Batista Libânio, mais conhecido como Grafite, se aposentou dos gramados. O craque [ ... ]

Antígona Beltrão

Por José Renato Nalini

Chupa que é de Uva faz Carnaval de rua no Sábado de Aleluia

Vai ser em frente ao Bar do Du, com bateria, escola de samba e Trio em Transe; ingresso custa R$ 20,00
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.