Jundiaqui
Jundiaqui

Daniela Biancardi volta, para ensinar palhaçadas

Jundiaqui
22 de julho de 2018
Jundiaiense do Palhaços Sem Fronteiras vem ensinar um pouco de sua arte a atores

Ela trocou a Vila Arens por São Paulo, mas sem nunca esquecer suas origens e sempre volta para o aconchego de sua família - é filha de Toninho e dona Maria, da Pingo D'Oro. Atriz, comediante, diretora e coordenadora de projetos culturais, Daniela Biancardi dedica-se à pesquisa do teatro cômico e gestual há 19 anos e estará ministrando oficina aqui em agosto.

Formada pelo Teatro-Escola Célia Helena, pela École de Theâtre Jacques Lecoq, de Paris, e pela Kiklos Scuola, na Itália, fez circo e teatro de rua na Europa. Na África, participou de expedição com o projeto Palhaços Sem Fronteiras, junto com um grupo dos EUA, levando alegria para povos sofridos.

Daniela é ganhadora do Prêmio Claudia (Editora Abril) com destaque em cultura pelo conjunto de ações realizadas - é o maior prêmio da América Latina dedicado à mulher.

"Vila Arens lembra onde nasci e cresci. Me lembra a rua Brasil, que me lembra o Brasil cheio de outros mundos. Estava com febre, minha mãe dizia: vai na dona Felipe espanhola. Se tinha quebrante, ia na mama italiana. Quando queria doce, era com a dona Olga portuguesa... São personagens excêntricas que foram inspiração para fazer meu trabalho com a comédia".

“A Comicidade Física do Ator”

Para profissionais da área de artes cênicas, atores, diretores de teatro e bailarinos da cidade, o curso orientado por Daniela oferece 25 vagas e visa ampliar, por meio do teatro de gesto, o repertório crítico e criativo do ator e provocar seu vocabulário de gesto e para que ele se surpreenda comicamente. Vai ser no Complexo Fepasa, com inscrições até 29 de julho (confira).

Daniela é contratada do Núcleo da SP Escola de Teatro em Jundiaí, aberto este ano.



Arquivo Pessoal
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Feiccad oferece preços e muitas opções para quem quer comprar imóvel

Abertura da feira no Maxi Shopping, que conta com 80 empresas expositoras, é cercada de boas expectativas

O paradoxo da insegurança

Por José Renato Nalini

Morre Eloísa Mafalda, a jundiaiense mais famosa da história da TV

Ela foi Dona Pombinha e fez mais outros 40 personagens em novelas. Tinha 93 anos

Temer ainda treme

Por Vera Vaia
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.