Jundiaqui
Jundiaqui

De 14 a 31 tem o Festival Delas, cheio de mulheres nas artes

Jundiaqui
9 de março de 2019
4ª edição do festival tem como propósito mostrar as múltiplas identidades e protagonismo feminino no mundo

Jundiaí recebe o Festival Delas - Mulheres na Arte de 14 a 31 de março em diversos espaços. A novidade para este ano é a mostra de dança.

Idealizado pelas artistas e produtoras Isadora Reis, Katia Manfredi, Mariana Benatti, Heloísa Oliveira e Paula Pimenta, o festival foi contemplado pelo ProAC - Programa de Ação Cultural Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo - e trará exposições, oficinas, debates, intervenções artísticas, atividades formativas e apresentações de teatro, artes visuais, música, cinema, literatura e circo, além da dança.

A abertura é com a "Mostra Delas de Artes Visuais", na galeria de arte Fernanda Perracini Milani - Teatro Polytheama (Rua Barão de Jundiaí, 176) a partir das 19h. Também no dia 14, no Bar do Haules, acontece o "Fervo Delas", a partir das 22h com shows de Mc Dellacroix e Alice Guel, artistas que estão mudando a cena musical nacional e trazendo discussões
importantes sobre racismo, transfobia, homofobia e exclusão social. A programação também conta com participação das Dj’s do cenário musical local Furacão Alice e Safo de Lesbos, além de Rebeka Konopkinas, do trio Estratosféricos como Vj set.

Dia 15, a atriz diretora Georgette Fadel traz o espetáculo "Afinação I", onde interpreta a pensadora e professora francesa Simone Weil (1909-1943) em uma aula, acompanhada de um violoncelo, fazendo uma ode à razão. O texto, que inclui trechos de Brecht, Hegel, da própria Simone Weil e citações de Karl Marx, aborda as relações entre a opressão e o sofrimento no mundo, o boicote ao pensamento racional e a urgência da liberdade. A apresentação acontece na sala Jundiaí do Complexo Fepasa (Av. União dos Ferroviários, 1760) a partir das 20h.

Veja a programação completa

Foto: Julia Barker/Divulgação
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Ágatha

Por Douglas Mondo

Morre Tranquilo Sacramone, que foi sinônimo de eletrodomésticos

Aposentado e viúvo, ele tinha 87 anos e marcou a história do comércio de Jundiaí

Café Pelé é dos holandeses, mas sairá todo de Jundiaí

Trata-se de uma produção anual de 20 mil toneladas que virá de Barueri para cá

Queijo suíço!

Por Vera Vaia
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.