Jundiaqui
Jundiaqui

DIA DA MULHER \ Onyx Jamaican impulsiona o quinteto do PretaEu

Jundiaqui
8 de março de 2018
A valorização da mulher negra de Jundiaí e região é o que ela defende

O PretaEu promove oficinas de turbantes, de tranças e bonecas africanas. Faz desfiles de moda e de beleza. Resgata história e defende as grandes guerreiras. A luta é pelo empoderamento da mulher negra através o conhecimento. E vem dando resultados, segundo Onyx Jamaican, uma das cabeças desse coletivo.

"Sempre que me chamam para alguma homenagem, logo aviso que eu faço parte de um coletivo. Não faço nada sozinha, somos cinco mulheres que estão conseguindo as coisas", disse ao JundiAqui ao ser convidada para nossa galeria nesse Dia Internacional da Mulher.

Onyx se destaca na paisagem com suas tranças, turbantes e roupas coloridas. E tem um sorriso sempre aberto e franco. Veio de Kingstown, Jamaica, há mais de uma década e fincou raízes aqui.

O quinteto do PretaEu é formado também por Sílvia Marcelino, Mari e Geovania Carvalho e  Grabiele Cipriano. "É assim, somos voluntárias e cada uma faz o que pode pra ajudar. A Sílvia, por exemplo, é a única que tem carro e sempre acaba indo pra cá e pra lá", contou, entre risos.

A última ação foi a escolha da Rainha EncontrAfro, que você viu com exclusividade no JundiAqui - a festa vai ser dia 17 de março no Clube 28, focada na capoeira e no hip hop, com desfiles de trança, dread e turbantes.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Cadê nossa identidade?!

Por Marcel Capretz

Aniversário do Maxi é com bolo para lojistas

Shopping Jundiaí comemora seus 28 anos de existência nesta terça

Shelly Simon canta no Hard Rock Café de Hollywood 

Cantora curte temporada nos Estados Unidos, onde foi gravar um single

Vem aí a Confederazione Circolo Italiano Brasil

Sede será em Jundiaí, no Clube Caxambu, segundo Vittorio Mario Scappini
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.