Jundiaqui
Jundiaqui

Fábio Zanon faz planos de lançar dois CDs por ano

Jundiaqui
19 de julho de 2018
Violonista jundiaiense lança nas próximas semanas o álbum que diz ser o mais leve que fez na vida

Diretor artístico do Festival de Inverno de Campos do Jordão, que vai até 30 de julho em sua 49ª edição, o violonista jundiaiense Fábio Zanon anuncia que irá lançar dois CDs por ano a partir de agora. Já tem o primeiro gravado e planeja muitos mais.

O fenômeno da música que nasceu na Ponte São João e mora em São Paulo, tem oito discos gravados e venceu os maiores prêmios internacionais do violão clássico, tendo feito mestrado na Royal Academy of Music em Londres, onde é professor visitante. Como solista ou camerista, se apresenta por todo o mundo, como no Carnegie Hall, em Nova York. Já fez turnê até pela Rússia.

Graças a uma parceria com a gravadora GuitarCoop, ele gravou este ano o álbum mais leve que fez na vida, "Miniaturas das Américas", coleção de músicas de cada país, entre eles Estados Unidos, El Salvador e Haiti, além de nossos vizinhos e do Brasil também. Deve sair em agosto.

Logo a seguir, ele irá gravar "Os Doze Estudos para Violão" de Francisco Mignone. E a série espanhola continua em 2019, com música contemporânea. Fazer um CD com os ingleses é um plano bastante antigo e que ano que vem pode se tornar realidade também.

Fábio Zanon se prepara ainda para se apresentar com Francis Hime pelo Brasil. Hime fez uma redução para violão e piano de seu concerto e a dupla o gravou com a Osesp, obra tocada no Kuwait no começo de abril deste ano.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Mulheres do Brasil

Lucinha Andrade escreve sobre lançamento de projeto em Jundiaí que tem dona do Magazine Luiza à frente

As velhas propagandas

Por Nelson Manzatto

Vamos pensar no Brasil?

Por José Renato Nalini

Dez anos sem o Carlitos Jundiaiense

De bigode e pés virados, foram 60 anos de sucesso de Milton Domingos com sua bengala e chapéu coco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.