Jundiaqui
Jundiaqui

Gabinete de Leitura vira modelo fotográfico aos 110 anos

Jundiaqui
6 de abril de 2018
"De olho no Ruy" é a exposição que Adriana Zutini estreia nesta segunda-feira



Edu Cerioni

Casarão assobradado de respeito no Centro, o Gabinete de Leitura Ruy Barbosa completa 110 anos de vida e ganha de presente uma sessão de fotos de sua própria presidente, a fotógrafa Adriana Zutini.

A mostra "De Olho no Ruy", com vinte imagens em preto e branco - para combinar com a atmosfera que envolve o lugar -, será aberta nesta segunda-feira (9), 20 horas, e fica em cartaz até o dia 30.



O Gabinete de Leitura de Jundiaí data de 1908, ganhando o nome de Ruy Barbosa em 1923. Um ano antes disso, foi lançada a pedra fundamental do prédio atual e que foi inaugurado em 1924. É tombado pelo Patrimônio Histórico, Cultural e Arquitetônico.

O casarão com canto chanfrado fica na esquina das ruas Cândido Rodrigues e Rosário, com dois andares e porão alto. Exibe grandes janelas. Tem assoalho e escada de madeira e muitos antigos objetos que atraíram as lentes de Adriana, caso do piano.



Ele guarda verdadeiras relíquias entre os cerca de 50 mil livros de seu acervo. Vive de mensalidade dos associados. Seu grande momento no ano é quando recebe o pessoal do bloco Refogado do Sandi, na concentração para seu desfile de Carnaval.



Especialista em casamentos e por isso mais conhecida neste tipo de fotografia, Adriana tem uma história também no fotojornalismo e em imagens de arte, especialmente da cena urbana de Jundiaí. Sua primeira exposição foi em 1989.

O faro jornalístico ela confirmou ao mostrar no JundiAqui (um furo mundial) a primeira foto de Henrique Pizzolato dentro do avião para sua extradição da Itália ao Brasil, em setembro de 2015, imagem republicada até pelo "Jornal Nacional" da Rede Globo (foto abaixo). 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Sintaxe à Vontade” no pequeno sarau de Fernando Anitelli

Criador de O Teatro Mágico faz show acústico na noite de sábado em Jundiaí

Agora o ano começa pra valer

Por Kelly Galbieri

O paradigma do ‘eu’ no futebol brasileiro

Por Marcel Capretz

Maria dos Pacotes: o mito vive

Carlota Edith Barbieri, uma pequena e frágil mulher, adotou um estilo de vida que assustava muita gente
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.