Jundiaqui
Jundiaqui

Invenção e figuração de Vinicius Pellegrino

Jundiaqui
21 de agosto de 2018
Galeria do Polytheama recebe a mostra  “Genealogia da Arquitetura” até 30 de setembro

Com abertura na noite desta quarta-feria (22), a Galeria de Arte Fernanda Perracini Milani abriga a exposição “Genealogia da Arquitetura”, do artista e arquiteto Vinicius Pellegrino.

No Ocidente, principalmente até o século XIX, a imagem esteve atrelada ao seu caráter utilitário e narrativo, sendo um meio eficaz de transmitir ensinamentos ou recriar versões do passado. As belas artes se encarregaram de criar no imaginário coletivo conjuntos de signos e narrativas históricas tidas como canônicas, modelos que com o passar dos séculos deixaram de ser questionados. Os desenhos escolhidos para a exposição falam sobre esses questionamentos que deixamos passar.

Até que ponto aceitamos a arte figurativa como verdadeira? Até que ponto a paisagem histórica que se apresenta diante de mim é autêntica? Afinal, a arte figurativa já não é mais uma mera janela que se abre para o mundo, mas uma janela que se abre para a mente do autor que a inventou.? A invenção é a palavra de ordem na figuração, segundo Pellegrino.

A mostra tem dois eixos, um com 60 desenhos figurativos e que traz uma linha cronológica da História da Arquitetura, traçando, com uma narrativa ilusória, um paralelo entre as tendências culturais antes da influência da globalização e demonstrando traços distintos das expressões orientais e ocidentais clássicas. Já num segundo eixo, mais experimental, outras dez peças também figurativas e com elementos como madeiras, caixas, arames, metais e pisos exploram a materialidade e as ligações entre sentimentos e arquitetura, através de seus princípios de ritmo, composição e leveza.

“O objetivo principal da exposição é debater até que ponto o observador se deixa seduzir pela imagem sem questionar a autenticidade histórica que se esconde por trás da pretensa capa figurativa”, diz.

No vernissage a partir das 19 horas, será promovida uma visita guiada do artista pelas obras. Pellegrino também vai fazer um desenho a caneta em um painel da galeria. A mostra fica em cartaz até 30 de setembro.

Rua Barão de Jundiaí-176. Centro. De terça a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados, das 9h às 13h. A entrada é franca.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Um giro pela Feira de Noivas

Até domingo, mais de 100 expositores estão esperando por quem sonha em casar no Maxi Shopping, com ofertas de ‘A’ a ‘Z’

Quando o passado serve para refletir sobre o presente

“Coriolano”, de William Shakespeare, será apresentada no Complexo Fepasa neste sábado

“Quo Vadis” Brasil? Aonde vais

Pelo Dr. Didi

Big Mac, feijoada, porco no rolete… Delicie-se e faça solidariedade

Instituições de Jundiaí como Grendacc e Acai buscam recursos em festas
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.