Jundiaqui
Jundiaqui

Sucesso na Argentina, peça trata de polarização e intolerância

Jundiaqui
12 de abril de 2019
História é uma parábola em cima do mito de Caim e Abel, em cartaz neste sábado no Sesc

Neste sábado (13), às 19h, no palco do teatro do Sesc Jundiaí, tem "Terrenal - Pequeno Mistério Ácrata", do dramaturgo argentino Mauricio Kartun, obra que ganha corpo e vida graças à interpretação pegada de Danilo Grangheia, Fernando Eiras e Celso Frateschi.

Dirigido por Marco Antonio Rodrigues, mostra uma parábola inspirada em elementos bíblicos e de associação imediata com a polarização e a intolerância da sociedade atual.

Caim (personagem de Eiras) é o irmão mais velho, aquele que assumiu o controle das terras da família e se tornou um orgulhoso produtor de pimentões. Capitalista ferrenho, ele não entende Abel (Grangheia), o caçula, apreciador do ócio, que vende iscas aos pescadores e perturba a sua paz como vizinho do mesmo lote. O retorno do pai, o Tata (Frateschi), depois de duas décadas, sepulta qualquer chance de uma convivência amistosa entre os dois.

Omisso, Tata percebe a relação tempestuosa entre os filhos, mas lava as mãos como se nada tivesse a ver com isso.

R$ 17,00 (inteira). Avenida Antonio Frederico Ozanan, 6.600, Jardim Botânico.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Casa Independência deu lugar ao primeiro “arranha-céu”

Por Vivaldo José Breternitz, do blog Jundiahy Antiga

E o fenômeno Rudy vai fazendo a festa

Sozinho no palco, ele coloca centenas pra dançar e cantar por mais de quatro horas 

Dia do Amigo

Por Kelly Galbieri

No mês da mulher

Por Verci Andrêo Bútalo
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.