Jundiaqui
Jundiaqui

A tragédia grega de Chico Buarque na perspectiva do negro

Jundiaqui
23 de agosto de 2019
Questões de raça e de classe permeiam a releitura de "Gota d'Água"

Neste sábado (24), às 19h, o espaço cênico do Sesc Jundiaí recebe o musical "Gota d'Água {Preta}", do diretor Jé Oliveira. Os ingressos estão à venda na bilheteria da unidade e custam de R$ 5 a R$ 17.

Releitura da obra "Gota D’Água", escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes em 1975, cuja inspiração vem da tragédia grega de Eurípedes, Medeia, o enredo agora transporta para a cena paulistana a realidade negra e o protagonismo da mulher que perpassam a obra original.

O musical traz Juçara Marçal (da banda Metá Metá) como Joana, mulher madura, sofrida, moradora de um conjunto habitacional contracenando com Jé Oliveira, diretor da peça, na pele de Jasão, seu ex-marido, um jovem vigoroso, sambista que desponta para o sucesso.

O elenco é composto por artistas negros, Aysha Nascimento, Dani Nega, Ícaro Rodrigues, Jé Oliveira, Juçara Marçal, Marina Esteves, Mateus Sousa, Rodrigo Mercadante e Salloma Salomão.

O espetáculo mescla clássicos de Chico Buarque com gêneros da periferia, como o rap e o funk. A música é executada ao vivo por DJ Tano (Záfrica Brasil) nas pick-ups, Fernando Alabê na percussão, Suka Figueiredo no saxofone e Gabriel Longuitano na guitarra, violão, cavaco e voz.

O Sesc Jundiaí fica na Av. Antonio Frederico Ozanan, 6.600, Jardim Botânico.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Tempo Rei

Pelo chef Manuel Alves Filho

Dia da Maldade

Pelo chef Manuel Alves Filho

Jundiaí reverencia talento de Venâncio com show da Mágicos & Místicos

Músicas das praças leva emoção ao palco do Sesc em show histórico

Panna Cotta de café com biscoitos de canela

Pelo chef Paulo de Luna
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.