Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaí vai revelar novos mestre-salas e porta-bandeiras

Jundiaqui
15 de abril de 2019
Vai ter curso gratuito de maio a setembro com Matheus Silva e Marina Trivelato

Quem reclama que Jundiaí não gosta de Carnaval, dançou. A Unidade de Cultura abre inscrições para o curso teórico e prático de Mestre-Sala e Porta-Bandeira.

São 10 vagas para quem tem mais de 8 anos de idade. O projeto de iniciação e aperfeiçoamento conta com aulas ministradas pelos professores Matheus Silva e Marina Trivelato, da Escola de Samba Unidos da Zona Leste.O curso será realizado no Complexo Fepasa (avenida União dos Ferroviários, 1.760, Centro) de 5 de maio a 17 de novembro, sempre um domingo por mês, das 9h às 11h.

As inscrições vão até 5 de maio - aqui.

É tudo gratuito, mas elas terão que se apresentar com saia rodada em corte godê na cor branca até a altura do joelho, camiseta ou regata preferencialmente na cor branca, sapato ou sandália com pequeno salto ou sapatilha (não é permito tamanco, porque o calçado deve ser preso ao pé) e talabarte (peça onde se encaixa a haste da bandeira). Eles têm que usar calça social, camiseta e sapato fechado preferencialmente na cor branca.

A roupa é uma parte importante do julgamento durante um desfile de escola de samba. O jurado leva em conta também se o casal samba, o que não é legal, ou se consegue realmente executar um bailado no ritmo do samba, com passos e características próprias, com meneios, mesuras, giros, meias-voltas e torneados.

Conta ainda a harmonia do casal que, durante a sua exibição, com graça, leveza e majestade, deve apresentar uma sequência de movimentos coordenados, deixando evidenciada a integração.

A função do mestre-sala é cortejar a porta-bandeira, bem como proteger e apresentar o pavilhão (bandeira) da escola, devendo desenvolver gestos e posturas elegantes, que demonstrem reverência à sua dama. A porta-bandeira tem que conduzir e apresentar o pavilhão sempre desfraldado e sem enrolá-lo em seu próprio corpo.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Música do Chef” no Koh Samui: clientela escolheu o repertório

Noite teve clientes escolhendo as músicas que Mil Taroba cantou ao lado dos parceiros Lilo Medeiros e Samuca

Exclusivo: Jundiaí tem R$ 35 milhões e dois anos para erguer Centro de Basquete

Nova direção da Confederação Brasileira de Basquete vai trazer seleções para a Vila Liberdade

Olha a alegria da Eliane, duas vezes presentada pelo Maxi

Ela ganhou não um, mas dois vales-compras da campanha de Dia dos Pais

As ideias de Tite

Por Marcel Capretz
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.