Jundiaqui
Jundiaqui

Livro de Edu Cerioni traz todos os sambas da história do Refogado

Jundiaqui
31 de janeiro de 2019
"Infinita É Tua Beleza", que será lançado sexta-feira, traz todas as letras de 1994 a 2019

Em seus 25 anos de fundação e 26 desfiles a serem completados agora em 1º de março de 2019, o bloco Refogado do Sandi sempre teve um novo samba para apresentar a Jundiaí. São duas exceções: em 1998, não foi samba e sim rap que animou a galera. Outra: em 2007, resgatou o "Data de Validade" de 2004 para relembrar Erazê Martinho, falecido e que pela primeira vez não estava no comando da folia.

Erazê aparece como autor ou co-autor em 12 dos sambas. Fez tudo sozinho algumas vezes e outras com diferentes parceiros. Após sua morte, assumiu a responsabilidade Wandão, outro com 12 sambas assinados, que foi quem passou para Edu Cerioni esse desafio de 2017 para cá.

Além de Erazê, Wandão e Edu, estão nesse grupo de compositores também Abigail D'Angieri, Bete Romera, Cacilda Romero, Cecília Veby, Cláudia Regina Picelli, Claudinei Duran, Elói Silva, Jaci Tulipa, José Paes de Oliveira, Ketty Danon, Matheus Silva, Sandrinho do Cavaco, Tom Nando, Walquíria Branca e Zé Danon.

Primeiro quem tocava os sambas era a Bandinha Sãojoanense, rebatizada há uns dez anos de Bandinha Amigos do Samba, sempre sob o comando de Vardilão.

Aqui um trechinho de cada letra para você matar a saudade. Quer conferir tudo? Leia o "Infinita É Tua Beleza", que será lançado nesta sexta-feira, dia 1º de fevereiro, às 19 horas, no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa e terá ainda sessões de autógrafos sábado (2) e domingo (3).



1994
O Refogado do Sandi

Nascido
Da alegria do Sandi
Nosso bloco Refogado
Traz alegria de volta por aqui...

1995
Vamos Todos Refogar

Depois de ano
Ressacando o dia-a-dia
O Refogado está de volta por aqui
Com meia volta, volta e meia rebolando
Se esparramando na Barão de Jundiaí...

1996
Deu Sandi no Gabinete (ou O Refogado Barbosô)

Olha o Refogado requebrando
É um convite à folia
Seu terceiro ano celebrando
Com sabedoria
O bloco do Sandi virou cultura...

1997
Eternamente Diva

Meu coração quase ficou maluco
Bateu feito relógio cuco
Quando te ouviu a tocar
Diva eterna do samba
Cadência e compasso de bamba...

1998
Erva Ruim

Que povo é esse
Que vem chegando
Todo enfeitado
Se rebolando?
Que bloco é esse
Que acaba de chegar?
Não disseram que esse bloco ia se acabar?

1999
Ô louco!

Ô louco!
Espera aí um pouco
Desse jeito eu fico louco
Desse jeito eu fico rouco
De cantar o que não é
Na rua, na avenida, no boteco
Só se canta nheco-nheco
Reagge, funk, axé...

2000
Acabamos de Ouvir

Mas, viu...
Quem o Refogado homenageia
No Carnaval do ano dois mil?
Ele cuja vida é uma história
Nem sempre feita de glória
E que nasceu por um fio
De navalha...

2001
A Rita no Centro do Nosso Coração

A Rita levou o Refogado
No Centro pra desfilar
O bloco com rebolado
Alegre sambou
E o povo com o samba empolgado
Se afinou com o Refogado...

2002
Cacilda, Nossa Fascinação

Vem, oh Refogado
Mostre para Jundiaí
Um tempo encantado
Que existiu aqui
E pra que a lembrança
Risonha nunca se apague
Surge num palco de sonho
Nossa estrela Cacilda Rezzaghi...

2003
Bar, Doce Bar

Pra celebrar seus 10 anos de vida
O Refogado vêm à rua e vai contar
De onde é que vem seu rebolado
De onde é que surgiu
O seu DNA...

2004 (repetido em 2007)
Data de Validade

Amigo dos sem-amigos
Dono de um olhar delicado
Com seu jeito arrojado
É Fundador do Refogado

2005
Bate Coração, Zabumba!

Estava eu a toa na vida
Com a alma entristecida
Só pensando em desistir
Saudade de tanta gente querida
Minha história dividida
Sem saber pra onde ir
Mas de repente...

2006
Toda Sexta-Feira é Santa

Nem bem começa a semana
Meu coração se assanha
Pensando na sexta-feira
Dia que pra nós é santo
De alegria e encanto...

2008
Quinze anos de folia

Vem Refogado
Se liga nessa dança
Quero lembrar
Meus tempos de criança
Aqui a gente samba o ano inteiro
Mistura surdo, matemática e pandeiro...

2009
Enciclopédia Musical

Explosão de alegria
Enciclopédia musical
Essa homenagem
Vai esquentar o Carnaval...

2010
Preconceito sem efeito

Vem ó Refogado
Manter acesa a chama da tradição
Do Gabinete de Leitura
Contagiando todo nosso Calçadão...

2011
Um Feliz Casamento

Refogado és a minha alegria
Carnaval sem você não é folia
Estrela tu és a minha paixão
Nos campos de futebol és a mais pura emoção...

2012
Gazeteiro Refogado

Extra, extra, extra
O gazeteiro Refogado chegou,
No Bom Dia da cidade
Com o Pêndulo de A Verdade...

2013
O Som da Banda

Que som é esse
Que vem lá do Calçadão
Sax, trombone
Clarinete e Pistão
É o Refogado
Arrastando a multidão...

2014
20 Anos de História & 20 Anos de Memória

Hoje eu sonhei
Com nosso rei, tô encantado
Ele perguntou, com é que vai, no Refogado
Eu lhe respondi
Tá tudo aí, tô animado
Só falta você, Erazê, no nosso lado

2015
A Minha Paixão é o Refogado

A lua brilha amenizando o breu da noite
Inspirando o poeta apaixonado
De uma paixão se faz a poesia
E a minha paixão é o Refogado...

2016
Cultura Imaterial

Vem me provar, meu tempero é sem igual
Tô com fome de alegria, sou atração especial
Vaidoso, meu orgulho é natural
Sou Refogado do Sandi
Sou daqui de Jundiaí

2017
Família Refogado

A minha mãe tá de brincadeira
Saiu no Refogado chupando mamadeira!

E o meu velho ficou alucinado
Foi pro Refogado na mó pinta de viado!

2018
Pra Não Dizer que Não Lembrei das Flores

Pulou, pulou, venha junto meu amor, o Refogado tá cheio de flor.
A rosa chique, que coisa mais bela
Fez do Refogado a sua passarela...

2019
Julileu de Prata

Jundiaí cresceu
E o pau comeu...
O Refogado se estabeleceu

Agora é patrimônio,
Fizemos matrimônio...
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Tempo de trabalho e organização ofensiva

Por Marcel Capretz

Sucesso e fracasso deixam pistas

Por Marcel Capretz

Em favor da diversidade

Chef Manuel Alves Filho

Mulheres

Somos muitas, corajosas, bravura infinita, mas tem hora que dá uma vontade de colo, ahhh, e como dá, diz Cláudia Bergamasco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.