Jundiaqui
Jundiaqui

Maior bloco de Jundiaí, Chupa vai para a sede de campo do CJ

Jundiaqui
6 de dezembro de 2017
Para seguir na rua, bloco teria que ir para o fim da Ferroviários. Também pesou a segurança do folião

Edu Cerioni

O Chupa que é de Uva vai para dentro da sede de campo do Clube Jundiaiense em 2018. Não haverá o desfile no Parque do Colégio, como de costume, mas uma festa com portões fechados. Dois principais fatores obrigaram a essa decisão: a não liberação da avenida Prefeito Luiz Latorre pela Prefeitura de Jundiaí e a questão da segurança dos foliões.

O Chupa foi criado em 2012 por Val Junior e amigos e desfilou até 2016 pela rua do Retiro e vizinhanças. Este ano, foi para a avenida Prefeito Luiz Latorre e bateu o recorde de público para um bloco da cidade. Mas se o sucesso animou de um lado, pesou de outro...

Foram 80 mil pessoas no desfile de 2017 e a estimativa para ano que vem era acima de 100 mil. Por conta disso, a Prefeitura de Jundiaí quer que o bloco mude para outro endereço, no final da avenida União dos Ferroviários, depois da Estação de Trem e perto da Agapeama - ou seja, perderia totalmente a ligação com o bairro em que nasceu.

A necessidade por mais segurança ficou evidente em fevereiro último, mas a diretoria não recebeu garantias da Gestão de Cultura de que isso ocorreria por parte da PM e da GM em reunião realizada há algumas semanas entre o gestor Marcelo Peroni e os blocos.

O Chupa teria uma verba de R$ 7 mil da Prefeitura de Jundiaí e via a necessidade de contratar mais dois trios-elétricos, outras bandas além do Trio em Transe, reforço no sistema de som etc. Pesando tudo isso, a decisão foi por uma festa menor, para até 5 mil pessoas, mas com conforto e segurança.

"Dizem que os blocos acabaram com o Carnaval dos clubes, estamos fazendo o caminho contrário e resgatando isso", diz Val. "Mas quem sabe daqui a alguns anos a situação seja outra e a gente volte".

Desta forma, quem quiser curtir o sábado 3 de fevereiro com o pessoal do Chupa, vai pagar ingresso: associados do CJ R$ 10,00 e não sócios, R$ 30,00.

A festa vai contar com trio-elétrico, além de banda no salão. As escolas de samba de Jundiaí serão convidadas a levar grupos de passistas e suas baterias para uma apresentação. A Bateria Azul e Branco está confirmada na folia.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Réquiem” de Mozart resgatado em plena segunda-feira

A última obra (e inacabada) do compositor austríaco tem apresentação gratuita

Maxi Shopping te espera florido

Exposição até o domingo conta com cerca de 30 espécies de orquídeas, todas à venda

Goodbye, Houston! E que Deus proteja

Lucinha Andrade Gomes conta que chegou a hora de deixar o Texas, que nunca esquecerá

“Meu Pai Foi Ferroviário” tem histórias de portugueses agora

Lançamento da nona edição será em Portugal no dia 9 de junho no Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.