Jundiaqui
Jundiaqui

Valeu só pela garra

Jundiaqui
11 de fevereiro de 2018
Escolas do acesso saem juntas e espera pelas grandes levou horas no desfile

Edu Cerioni

O desfile das escolas de samba de Jundiaí valeu pelo esforço de diretorias e a garra dos passistas, mas foi só. Sem arquibancada e com iluminação precária em um pedaço de difícil acesso da avenida União dos Ferroviários, se arrastou - já começou atrasado (era para ser 20 horas do sábado, 10) e a última a desfilar passou quando já eram mais de duas da madrugada do domingo, 11.

As quatro escolas do Grupo de Acesso, Marujos da Zona Sul, União do Povo, Caprichosos de Jundiaí e Mocidade Alegre, entraram juntas em homenagem ao carnavalesco Souza. Não houve competição entre as agremiações.

Depois, com buracos de mais de hora entre uma e outra, vieram Arco-Íris, maior vencedora do carnaval jundiaiense, Leões da Hortolândia, União da Vila e Unidos da Zona Leste. A Prefeitura de Jundiaí divulgou público de 20 mil pessoas.

A apuração das notas das escolas do Grupo Especial será nesta segunda-feira (12), às 9h, no Complexo Argos. Mais do que quem ganhou ou perdeu, o debate deve ser sobre como melhorar o desfile para 2019. E isso tem que começar desde já.



Fotos: Vera Gonçalves-PMJ
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Sexta-feira é especial, para o que der e vier com Geraldo Azevedo

Exímio compositor, violonista e cantor pernambucano se apresenta no Sesc

Estudo de “estradas-parques” é iniciado pela Serra do Japi

Por José Arnaldo de Oliveira

Dica do dia

Pelo chef Manuel Alves Filho

Witzel é eleito no Rio e Jundiaí tem seu 1º governador da história

Ex-juiz federal que viveu aqui até os 19 anos vence a disputa pelo governo carioca com folga
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.