Jundiaqui
Jundiaqui

Em uma semana, Gianlucca vai da Globo para novela da Record

Jundiaqui
20 de março de 2019
Ator jundiaiense de 9 anos vai ser um príncipe na trama que estreia em abril e vem sendo gravada em Paulínia

Gianlucca Mauad, 9 anos, vai fazer sua primeira novela. Já vem gravando cenas de "Jezabel" pela Rede Record, nos novos estúdios da emissora em Paulínia, isso uma semana depois de terminar sua participação na segunda temporada da série "Ilha de Ferro", da TV Globo.

Gian tem forte ligação com a Record, por ter sido um dos filhos de Edir Macedo, dono da emissora, no filme "Nada a Perder", o recordista brasileiro de bilheteria - primeiro de uma trilogia, sendo que o garoto já está confirmado tembém no episódio 2, que será gravado agora em 2019.

"Jezabel" é a próxima trama bíblica da Record com estreia prevista para abril. Vai entrar no lugar de "Jesus" e mostra a história de uma rainha muito ruim, que promoveu a idolatria e matou muitos profetas e responsável por promover o culto de deuses pagãos em Israel.

O ator jundiaiense será o príncipe Baruch, filho da personagem Queila, interpretada pela atriz Juliana Knust (com quem aparece na foto ao alto). Sobre o convite, agradeceu a agência Cintra e a Record pela oportunidade e também "a Deus por sempre abrir as portas pra mim. E a todos que torcem de coração".

E VEM MAIS POR AÍ

Além da continuação de "Ilha de Ferro" no segundo semestre, Gian vai aparecer na série "144", feita para o Instagram e filmada no deserto do Peru. Também estreia nos próximos meses o filme "Lucicreide vai a Marte", na qual ele esteve ao lado de Fabiana Karla, do "Zorra Total".
Jundiaqui
Você vai
gostar de

O mel vai acabar

Por José Renato Nalini

Inos Corradin será homenageado pelo Jornal da Festa Italiana 2019

“TUTTO È FESTA” é uma publicação anual do JundiAqui e único por ser bilíngue

Aos 10 anos, Manuela faz patchwork e guarda o dinheiro para viajar

A estudante costura lembrancinhas como porta-copo e marcador de livro

A brincadeira, a gafe e a piada do tucano

Sabe aquela história de ‘picolé de chuchu’? Alckmin parece realmente disposto a apagá-la
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.