Jundiaqui
Jundiaqui

Jayme Martins, preso pela Ditadura, no “Cine Memória”

Jundiaqui
18 de agosto de 2019
Jornalista está na história por ter ajudado na despoluição do Rio Jundiaí

O jornalista Jayme Martins foi chefe de reportagem do jornal "Última Hora" de São Paulo, correspondente na China de "O Globo", "Estadão" e SBT, entre outros grandes veículos de comunicação. Tem 89 anos e foi preso durante a Ditadura Militar.

Desenvolveu um trabalho tão importante que é visto como um dos maiores responsáveis pela despoluição do Rio Jundiaí.

Ele é um dos cinco personagens que estão reunidos no "Cine Memória", com gravações feitas pela TV TEC, em exibição gratuita na Sala Cult do Paineiras Shopping.

Já passaram por lá Araken Martinho, Antônio Panizza e Jô Martin e nesta terça-feira (20), às 20 horas é a vez de Jayme. Depois, fechando a série, quarta (21) vem o artista plástico Inos Corradin.

 

É na avenida Avenida 9 de Julho, 1.155, Parque do Colégio.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Casa Cica se abre a eventos empresariais que são um sucesso

São 750 m² de área e diferentes opções para atender de pequenos a grandes grupos

Geraldo Rufino é o convidado do Café Show da ACE Jundiaí

Ex-catador de latinhas que comanda maior recicladora de caminhões da América Latina vem dia 27; palestra é gratuita

Nova geração de carros mais seguros tem peças feitas em Jundiaí e região

Eles vão ser menos poluentes e mais econômicos também; é claro que os preços irão subir de patamar

Festa da Uva tem aula até de pão feito com vinho

São ações de uma hora que vão acontecer aos sábados e domingos
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.