Jundiaqui
Jundiaqui

Bacalhoada do Rotary é sucesso de público e de renda para o Braille

Jundiaqui
25 de março de 2019
Todos os convites foram vendidos e a festa foi farta de delícias da culinária portuguesa e de brindes entre amigos. Ano que vem tem mais

Edu Cerioni

O Rotary Club de Jundiaí Leste promoveu sua primeira Bacalhoada Humanitária neste domingo (24), com convites esgotados e convidados mais que satisfeitos - e isso eles disseram de boca cheia!

Festa na base do voluntariado, foi um grande sucesso e deve se repetir em 2020, com a possibilidade de atendimento do dobro de pessoas, segundo a avaliação final dos chefs convidados.

Realizada no salão social do Clube Jundiaiense, sede de campo, a bacalhoada teve toda sua renda revertida para a caridade, com convites à venda por R$ 140 para adultos e metade disso para crianças.

O dinheiro dos convites, cerca de 250 deles, e dos marmitex, que muitos quiseram levar para casa, foi todo para o Instituto Jundiaiense Luiz Braille de Assistência ao Deficiente da Visão, que também ficou com a renda dos pastéis de Belém, vendidos como sobremesa. Já o lucro do bar foi para o Grupo Faz Bem Fazer o Bem - como era permitido levar vinho de casa, o movimento do bar não foi tão grande como se esperava, mas ainda assim deu lucro.

Com o trabalho de voluntários desde o descascar de batatas, do alho e outros ingredientes - quilos e mais quilos desde a manhã do sábado - e até a recepção dos convidados e atendimento das mesas, a Bacalhoada Humanitária foi comandada pelo casal Claudio Garcia Gomes e Lucinha, ele presidente do Rotary. E tudo com ação direta na organização e na cozinha de Antonio Finati Pacheco, presidente do Braille e do Clube Jundiaiense, que cedeu o salão sem cobrança de taxa.

O bacalhau à lagareiro com batatas ao murro teve a assinatura dos chefs Ricardo Savoy, do Bacalhau do Barão, Simone Borsolari, que dá cursos de gastronomia, e Sandra Ronansini, dona de buffet. Um trio que comandou mais de 30 pessoas, passando sua experiência e tranquilidade para voluntários que são advogados, empresários etc, ou seja, sem traquejo mas que deram conta do recado por entenderem que o serviço era obrigação assumida sim, mas que o atendimento cordial e atencioso é que valorizaria todo o trabalho.

Aqui vale destacar que todos os voluntários pagaram por seu convite, engordando a renda e porque também se deliciaram com o fantástico bacalhau depois dos convidados, entre eles muitos casais que acolhem e cultivam as melhores amizades de Jundiaí.

Três amigos que são show e brilharam na festa deste domingo: Dalmo Gatti, Eduardo Calasans e Paulo Penteado. Juntos desde os tempos de A Kripta, embalaram sucessos em cima de sucessos de 1960 para cá durante a bacalhoada.

Teve ainda venda de quadros e a rifa de um deles, que foi doado, sendo que o ganhador o devolveu ao Rotary para que entre em nova ação e gere mais dinheiro à caridade.

Esse almoço certamente continuará vibrante no pensamento de voluntários e convidados por muito tempo ainda...

Veja fotos:

Fotos: Edu Cerioni

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Alerta contra o suicídio tem mostra de quadros

São obras de Felipe de Stefano Balster Martins em exposição no saguão do Paço

Mãe que morou aqui investiga e prova culpa de PM que matou seu filho

História de bravura de Tatiana Lima e Silva, 39 anos, ganha destaque no UOL

Projeto Chuí: Pelos caminhos do Sul do país

Por Eusébio Santos

Petição para vetar peça tem 1.400 nomes. Prefeitura garante exibição

Governo vê manifestações como “infundadas” e garante apresentação na Semana da Diversidade Sexual
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.