Jundiaqui
Jundiaqui

Crônica da Cozinha – Temporalidade

Jundiaqui
24 de julho de 2018
Pelo chef Manuel Alves Filho

Com frequência, observamos um entendimento prevalente entre as pessoas sobre o que está ou não na moda – ou em uso – num dado período. Assim, o que não aparece contemplado na lista do momento é tido como fora de voga, como ultrapassado. Isso vale para roupa, comida, música, pessoas e até para palavras e expressões. Confesso que tenho certa dificuldade em admitir essa “lógica”. Para mim, coisas, seres humanos e assuntos bacanas (xi, bacana é antiquado?) apresentam sempre contornos de atualidade.

Decidi falar sobre este tema ao me lembrar do meu pai, o velho Neco, e de algumas de suas frases. Ele sempre tinha um arrazoado a fazer sobre situações corriqueiras. Nessas ocasiões, Neco costumava empregar termos que caíram em desuso, mas que a mim soam não apenas como contemporâneos, mas também precisos para definir determinadas circunstâncias.

Por exemplo, meu pai gostava de usar a palavra “empetecado” para qualificar alguém exageradamente maquiado. Para o malvestido, a designação era “malacafento” ou “molambento”. Ao desprovido de graça a definição era “desenxabido”. Já a frase “parece ter o rei na barriga” era reservada ao soberbo. Embora quase esquecidas, estas expressões seguem fazendo parte do meu repertório. Sei lá, não consigo enxergá-las como obsoletas.

O mesmo ocorre com alguns pratos. Cozinheiro dos bons, Neco também construía sabores incríveis, que hoje são tidos como antigos. Estão na lista preparações muito afetivas como o estrogonofe, o filé à cubana, a gelatina colorida e o ponche. A meu juízo, embora possam ser consideradas datadas, essas comidas ainda cabem muito bem em qualquer mesa nos dias que correm, desde que os comensais sejam capazes de perceber que o ontem somado ao hoje nos fornecem subsídios para um novo aprendizado no amanhã.

Manoel Alves Filho é chef de cozinha e jornalista

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Marília Mendonça manda bem em Jundiaí, mas vai embora e jatinho fica

Ela fez a “Festa das Patroas” no Parque da Uva junto com Maiara & Maraísa, mas teve problemas no aeroporto

Minha morada, minha identidade

Por Wagner Ligabó

Adeus dona Walchiria

Por Wagner Ligabó

Vem pra dentro da Noivas e Festas

JundiAqui traz mais fotos do evento que vem atraindo um grande público para a feira no Maxi Shopping
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.