Jundiaqui
Jundiaqui

Dia da Maldade

Jundiaqui
19 de janeiro de 2018
Pelo chef Manuel Alves Filho

Hoje é Sexta-feira. Dia da Maldade. Dia de dar um tapa no beiço. Dia de matar o bicho. Dia de acender a lamparina. Dia de abraçar o palhaço. Dia de ajoelhar na jaca. Dia de passar da conta. Dia de chegar em casa com labirintite. Dia de falar com a boca cheia de moeda. Dia de mentir para o cônjuge que foram apenas dois ou três drinques. Dia de jurar que jamais vai beber assim de novo, pelo menos até o próximo Dia da Maldade.

Foto: Ronei Thezolin
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Super Poderosas leva desfile das mulheres ao Centro

Com muito mais gente que no ano passado, bloco agitou a manhã desta segunda

Vou aprender em casa

Por José Renato Nalini

Partidão

Por Vera Vaia

Davi Chaim coloca espontaneidade das noivas em primeiro plano

Fotógrafo dos casamentos badalados faz exposição no Casa Cica a partir deste dia 24 de abril
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.