Jundiaqui
Jundiaqui

Dia da Maldade

Jundiaqui
19 de janeiro de 2018
Pelo chef Manuel Alves Filho

Hoje é Sexta-feira. Dia da Maldade. Dia de dar um tapa no beiço. Dia de matar o bicho. Dia de acender a lamparina. Dia de abraçar o palhaço. Dia de ajoelhar na jaca. Dia de passar da conta. Dia de chegar em casa com labirintite. Dia de falar com a boca cheia de moeda. Dia de mentir para o cônjuge que foram apenas dois ou três drinques. Dia de jurar que jamais vai beber assim de novo, pelo menos até o próximo Dia da Maldade.

Foto: Ronei Thezolin
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Como chegar até lá?

Por Marcel Capretz

ACE abre oportunidade em meeting de negócios para 49 empresas

Vai ser durante a Feiccad 2018, no Maxi Shopping, no dia 20

Pai do ‘Batman’ jogou e fez só um gol pelo Paulista de Jundiaí

Isso foi em 1994. Hoje, Neymar pai vê o filho assinar o maior contrato da história do futebol

Koh Samui no embalo da Mil Song’s

Mil Taroba, Samuca e Lilo Medeiros fazem show no restaurante tailandês de Jundiaí
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.