Jundiaqui
Jundiaqui

Dia da Maldade

Jundiaqui
27 de julho de 2018
Pelo chef Manuel Alves Filho

Hoje é Sexta-feira. Dia da Maldade.

E embora não seja o Dia do Amigo, como sexta passada, é dia de exercitar, ao lado de um parceiro ponta firme, o sagrado direito à glutonaria.

Dia de dividir a porção de torresmo com ele. Dia de compartilhar o quinhão de pernil com o irmão de opção.

Dia de deixar que o brother escolha a marca da cerveja, porque brother que é brother jamais adiciona milho na parada.

Dia de saudar a vida e saldar a dívida com a fraternidade, visto que a existência tem a duração de um gole rápido em uma noite quente de festa.

Hoje é Sexta-feira. Dia da Maldade.

E embora não seja sexta-feira 13 como a retrasada, é dia de Maldade Impiedosa. Dia de provocar a fome alheia sem dó.

Dia de atiçar o gordinho que vive em cada um.

Dia de somar provocação e calorias até numa saladinha despretensiosa.

Dia, enfim, de meter o pé na jaca, a mão na cumbuca e a boca cornucópia!

Foto: Ronei Thezolin
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Balaio de Gatos!

Por Vera Vaia

Este é o momento

Por José Renato Forner

Mariana Sena é eleita rainha da Festa da Uva

Estudante de 18 anos ganha concurso que teve 37 candidatas na disputa

Terra à vista

Wagner Ligabó
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.