Jundiaqui
Jundiaqui

A maioridade de Carlos Mariano no fenômeno “Trair e Coçar”

Jundiaqui
26 de julho de 2018
Peça está em cartaz há 32 anos, recorde brasileiro, com jundiaiense no palco nos últimos 18 anos

A comédia de maior sucesso do teatro brasileiro, "Trair e Coçar É Só Começar", de Marcos Caruso, comemora 32 anos de sucesso ininterrupto, tendo nos últimos 18 anos em cena o jundiaiense Carlos Mariano, que interpreta o Dr. Eduardo Palhares. Para ele, o melhor do espetáculo é o fato de ter "uma piada a cada 30 segundos" e um texto ágil. "Além disso é um elenco afiado que se entende pelo olhar."

A peça gira em torno de meras hipóteses de adultérios, geradas por equívocos e confusões provocadas por uma empregada, que se aproveita da desconfiança geral entre os casais do enredo para subornar seus patrões e amigos. São três casais, um padre e um vendedor de joias que se torna, sem querer, o pivô de uma série de suspeitas de traição. É uma comédia de costumes com todas as confusões do gênero e que soma mais de 6 milhões de espectadores, mais de 9 mil apresentações e espaço no "Guiness Book".

Já passaram mais de 100 atores pela peça, entre eles, Suely Franco, Denise Fraga, Rômulo Arantes etc. No elenco atual, além do jundiaiense, estão Anastácia Custódio, Mario Pretini, Tânia Casttello, Carla Pagani, Miguel Bretas, Ricardo Ciciliano, Siomara Schröder e Ernando Tiago. A direção original e concepção é de Attílio Riccó e o atual diretor é José Scavazini.

Em cartaz até 29 de julho, no Teatro Fernando Torres, Rua Padre Estevão Pernet, 588, Tatuapé, em São Paulo. Sexta às 21h30, Sábado às 21h e Domingo, às 19h. Classificação: 12 anos. Informações: (11) 2227-1025.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

A Páscoa de todos nós

Por Guaraci Alvarenga

O canto da cigarra

Por Cláudia Bergamasco

Pochet inaugura fábrica em Jundiaí

Empresa fica no Fazenda Grande e contratou 650 funcionários

Às vésperas de deixar governo, Alckmin volta ao ninho tucano

Governador que sonha ser presidente vem nesta quinta; Nalini está de saída da Educação
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.