Jundiaqui
Jundiaqui

Parada LGBTQI+ vai à avenida Ferroviários no dia 29

Jundiaqui
10 de setembro de 2019
Desfile deixa Barão e Rosário e vai para as proximidades do Complexo Fepasa

Em seu 14º ano, a Parada LGBTQ+ de Jundiaí ganha novo endereço, o terceio nos últimos três anos - desde a troca de governo deixou a avenida 9 de Julho, subiu ao Centro e agora desce para a Ferroviários.

Mas se engana quem imagina que isso será problema. Pelo contrário, a ONG Aliados vai promover uma grande festa, com expectativa de recorde de participantes. O tema são os 50 Anos de Stonewall - um levante nos EUA contra a truculência da polícia e o preconceito da velha política aos homossexuais.

O que ajuda na divulgação da Parada LGBTQ+, que durante muito tempo foi chamada de Parada do Orgulho Gay, é a nova polêmica envolvendo o prefeito Luiz Fernando Machado, que é evangélico e até gravou vídeo negando que sua administração apoie a ideologia de gênero e, por consequência, esteja colaborando com a parada. Porém, como aconteceu em 2017 e com o próprio Luiz envolvido, ao final desse Mês da Diversidade de Jundiaí os organizadores devem agradecer aos fundamentalistas de plantão por toda a propaganda feita.



 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“O brasileiro não sabe votar”

Por Vera Vaia

A queda do São Paulo

Por Marcel Capretz

De Vó festeja 1 ano de sabor família com sotaque baiano na rua do Retiro

Só de biscoitos são 37 tipos na aconchegante lojinha do casal Augusto e Layana Brito

O universo de Tomie Ohtake colorindo a vida dos bebês

Tem peça com sons, cores, movimentos e músicas gratuita no Sesc domingo
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.