Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaí foi campeã da Copa América com o goleiro Doni em 2007

Jundiaqui
11 de junho de 2019
Ele fez só dez jogos pela seleção, o suficiente para pegar dois pênaltis contra o Uruguai e comemorar o caneco em cima da Argentina

Doniéberson Alexander Marangon, mais conhecido como Doni, 39 anos, escreveu o nome de Jundiaí na história da Copa América de Futebol, que terá nova edição a partir desta sexta-feira (14), com jogos aqui no Brasil.

Se agora o time de Tite tem obrigação de ganhar a disputa, 12 anos atrás foi diferete com Dunga e seus comandados, até porque aseleção não contou com os maiores craques do momento, Kaká e Ronaldinho Gaúcho.

A disputa de 2007 foi na Venezuela e o Brasil sagrou-se campeão depois de ganhar nos pênaltis do Uruguai nas semifinais e superar a Argentina na decisão - um adversário de respeito com Riquelme, Carlos Tevez e o jovem Lionel Messi. Diante do seu maior rival, o Brasil teve a sua melhor atuação na Copa América e acabou atropelando por 3 a 0.

Entre os convocados por Dunga para a disputa da Copa América, o goleiro Doni foi um dos mais questionados pelos torcedores. Inicialmente reserva, acabou conquistando nos treinamentos a vaga de titular e acabou surpreendendo. Na disputa de pênaltis na semifinal diante do Uruguai, o goleiro foi decisivo ao pegar duas cobranças, de Lugano e Forlán.

Doni abandonou a carreira em 2013, após exames médicos constatarem problemas de arritmia cardíaca. Quando era jogador do Liverpool, Doni correu risco de morrer quando o seu coração parou por 25 segundos durante uma bateria de exames. Dono de uma escola de esportes em Ribeirão Preto, defendeu ainda a Roma e o Corinthians.

Na Seleção Brasileira foram 10 jogos, com 6 vitórias, 2 empates, 2 derrotas e 11 gols sofridos nas 35 convocações, inclusive com presença na Copa do Mundo de 2010.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Vodka Kadov pra animar o aniversário do JundiAqui terça

CRS Brands vai receber os convidados da festa no Casa Cica com um brinde. Viva!

Agosto no Polytheama com Guilherme Arantes e Thiago Ventura

Eles vêm a Jundiaí, a exemplo de Miguel Falabella e Tiago Iorc, como o JundiAqui antecipou

Rio Jundiaí ganha plano de cuidados contra enchentes de R$ 1,5 milhão

O trabalho, previsto até julho de 2020, visa propostas de controle de cheias em áreas urbanas e rurais

Refogado do Sandi põe o bloco na avenida para torcer

Festa em verde e amarelo no Las Muchachas atrai muitos foliões, pena que time de Time desafinou no final
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.