Jundiaqui
Jundiaqui

Lições da Copa para 2022

Jundiaqui
16 de julho de 2018
Por Luis Cláudio Tarallo

Encerra-se a tão esperada Copa do Mundo na Rússia, que tinha uma altíssima expectativa por todos os adeptos ao futebol, pelos organizadores, em razão das tensões pré-estabelecidas em relação a segurança, organização, receptividade do povo e, principalmente, pelas novidades que seriam apresentadas ao mundo da bola. E os resultados foram muito satisfatórios...

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, relatou um lucro enorme aos cofres da federação e considerou essa a melhor Copa do Mundo de todos os tempos.

Torcedores e imprensa de uma maneira geral relataram um enorme acolhimento e carinho do povo russo aos trabalhadores e participantes da maior festa do futebol, deixando saudades e um gosto de quero mais.

O esporte em si deixou grandes legados e registrou grandes surpresas em relação ao talvez não esperado fato das equipes consideradas pequenas derrubarem as potências do futebol e inverterem a ordem do mundial. Talvez pouquíssimos especialistas arriscassem na desclassificação precoce de Alemanha, Argentina e Brasil, entre outras, e votariam na belíssima caminhada dentro da competição de Rússia, Bélgica e da grande sensação Croácia.

Todavia, o que mais incomoda os torcedores brasileiros é a dúvida:  quando a seleção conseguirá voltar a ser a protagonista e chegar ao hexa ou mesmo a uma final de Copa do Mundo? Muitos arriscam em dizer que é necessário um grande estudo em relação a que caminho seguir, pois nosso estilo de jogo difere dos demais. Todavia, há quem se preocupa em o Brasil estar perdendo sua naturalidade de jogo, principalmente pelo fato de os jogadores se transferirem para o futebol do Velho Continente tão cedo. Outra corrrente deixa claro que é necessário investir muito para acompanhar a tão bombástica evolução dos demais países.

Emoções de lado, o grande desafio de todos é realmente tirar as lições dessa Copa e iniciar já o trabalho para a próxima.

Avante Brasil, o Qatar já está se aproximando...

Luis Cláudio Tarallo é técnico de basquete
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Empreendace é inaugurado e marca um ano da virada na ACE Jundiaí

Associação ganha relevância com nova diretoria participativa e investe na formação dos empreeendedores

Refogado une duas paixões jundiaienses dia 18: pizza e samba

Vai ser no Castro e com som de Tom Nando. Convites são limitados e estão à venda por R$ 40,00

Maquiadora de Jundiaí fica em terceiro no “Superbonita”, da GNT

Talitha Barros superou uma grande concorrência para chegar ao programa na TV

Santa Angela tem agora decorados do Myriad também na Ozanan

Construtora reúne colaboradores para apresentar o renovado show room ao lado do Extra
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.