Jundiaqui
Jundiaqui

Max Gehringer, nosso especialista em Copas

Jundiaqui
31 de maio de 2018
Jundiaiense tem livros sobres os primeiros mundiais e um que trata dos 7 a 1 de 2014 para a Alemanha

Acostumados a vê-lo no "Fantástico" falando sobre gestão empresarial, muitos não sabem que o jundiaiense Max Gehringer bate um bolão nas histórias de futebol.

Seu último livro nos leva de volta ao trágico 8 de julho de 2014, Estádio do Mineirão, quando a Alemanha atropelou o Brasil nas semifinais da Copa do Mundo feita em nossa casa. “Sete atos, um final?” foi escrito em parceria com Darcio Ricca e publicado pela Chiado Books. Trata-se de um relato minucioso da vergonhosa eliminação em um balanço de perdas para o Brasil dentro e fora dos campos antes, durante e depois da goleada histórica.

Para os autores, o placar não é causa e sim consequência de uma série de coisas que estavam e ainda estão erradas. "Escrever (e ler) sobre isso é fundamental, até para que nunca mais se repita”, alerta o jornalista Celso Unzelte, na apresentação do livro.

Fala desde a efervescência das ruas do país em protestos por conta dos gastos para sediar o Mundial, a troca de Mano Meneses por Felipão, a preparação pífia do time, embriagado por falso favoritismo, as ofensas para uma presidenta legitimamente eleita pelo povo no jogo de abertura e por aí vai. A dupla bate duro no discurso do "legado da Copa". E tem um capítulo especial com o minuto a minuto do gigantesco tropeço.

HISTÓRIA

Max Gehringer também é autor de livro sobre a história das Copas do Mundo. O "Almanaque dos Mundiais" (Editora Globo) foi lançado em 2010 e apresenta todo tipo de informação referente às Copas desde a infância do jundiaiense. Ele resgata histórias de bastidores e informações importantes sobre as edições do torneio entre 1930 a 2006.

Ele tem ainda um e-book, "A grande história dos mundiais", pela e-galaxia, apresentado em 2014, com a ficha completa dos jogos, comentadas em detalhes, minibiografias das equipes vencedoras, os festejos dos campeões e uma viagem pelos pôsteres, mascotes e transmissões das partidas.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Em tempos de crise, Jundiaí escala só 5 UBSs para Dia da Multivacinação

Elas ficam no Novo Horizonte, Eloy Chaves, Caxambu, Vila Rami e Hortolândia. Ano passado foram 37 postos

Galera ocupa o Escadão com “Batalha de Rap”

Ligação entre Centro e Vila Arens ganha vida à noite em Jundiaí, sempre elegendo um campeão

Enfim, 23

Por Verci Bútalo

Ele no telhado

Por Valquíria Malagoli
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.