Jundiaqui
Jundiaqui

A primeira vítima da mudança na regra do futebol

Jundiaqui
2 de março de 2018
Por Rafael Porcari

Há algum tempo, quando mudou a questão da “paradinha” nas cobranças de pênalti na Regra do Futebol, eu estava ansioso de ver o debute de tal nova orientação e a reação dos atletas e torcedores.

Hoje, você pode fazer a paradinha enquanto corre para a execução do tiro penal (igual ao que Neymar faz em suas cobranças, desacelerando e depois chutando), o que não pode é parar definitivamente no momento do toque. Se o cobrador fizer isso, o gol é anulado e o executor recebe cartão amarelo, sendo que o pênalti se transforma em tiro livre indireto para o adversário.

Achou punitivo demais?

Imagine estando 0 x 0 em um Corinthians e Palmeiras, aos 45 minutos do segundo tempo Kazim (supostamente com cartão amarelo) vai cobrar um pênalti, dá a paradinha proibida e sai o gol? Juizão tem que anular o gol, dar falta ao time palmeirense e aplicar o segundo amarelo (e, consequentemente, o vermelho) ao jogador corintiano. O pau vai comer!

Aconteceu tal situação assim na partida Tottenham 6 × 1 Rochdale pela Copa da Inglaterra, com a arbitragem de Paul Tierney. A expressão de inconformismo e até mesmo “gozada” do cobrador dos Spurs, o coreano Son (Assista), após ter seu gol anulado e receber o amarelo, sem entender a regra do jogo, é impagável!

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Festa da Uva, da alegria e da solidariedade

JundiAqui vem recheado de fotos de momentos mágicos no Parque Comendador Antonio Carbonari

Aos jovens estudantes

Por Guaraci Alvarenga

Cláudia Bergamasco traz a sustentabilidade sem mimimi

Mostra+Sustentável prova que é possível aliar beleza, conforto e muita criatividade com sucatas e rejeitos da indústria

Manhã esportiva e festão ao por do sol no Tênis Clube

Associados são chamados para a comemoração em grande estilo do aniversário de 59 anos
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.