Jundiaqui
Jundiaqui

Vale a pena recontratar um técnico?

Jundiaqui
30 de outubro de 2017
Por Luis Cláudio Tarallo

Entender a “dança” dos técnicos passou a ser um grande desafio para os especialistas e torcedores apaixonados pelo esporte no Brasil e vejo este como um momento para se discutir se vale a pena tanta troca. Nessa questão também podemos avaliar se a recontratação de um técnico que teve uma passagem positiva é o melhor caminho.

Na história esportiva constatam-se alguns casos em que a recontratação do grande ídolo acabou por não reconduzir a equipe ao sucesso obtido anteriormente. Foi assim com a Seleção Brasileira de Futebol em duas ocasiões. Após o título mundial de 1994, tentou-se novamente em 2006 com o Parreira, mas este não conseguiu o mesmo êxito. Isso se repetiu com o Felipão. Ele conquistou o pentacampeonato mundial em 2002 e, em 2014 no Brasil, além de não obter o resultado aspirado, ainda foi considerado responsável, por muitos, pelo vexame dos 7 x 1 sofridos contra a Alemanha, na semifinal.

Recentemente, o Palmeiras, o atual Campeão Brasileiro de clubes, tentou novamente o sucesso obtido na temporada anterior com o Cuca. Este fez uma excelente campanha, levando o verdão a conquistar, após anos na fila de espera, o título de 2016, porém acabou demitido depois de alguns meses de trabalho agora em 2017 - devido aos resultados que não agradaram a diretoria do Alviverde.

Outras modalidades esportivas tentaram o mesmo caminho da recontratação, mas também não conseguiram repetir a atuação anterior. Foi assim com o Basquete Feminino, que levou o vitorioso técnico Barbosa nas Olimpíadas do Rio de 2016, após conquistar uma medalha olímpica em Sidney-2000, na Austrália, mas que em casa ficou em penúltimo lugar, com cinco derrotas e nenhuma vitória.

Enfim, cabe aos dirigentes entenderem se vale ou não a pena recontratar algum profissional que conquistou algo no seu clube para novas empreitadas. Desde já fica o questionamento para muitos corintianos, caso o Tite saia da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo na Rússia, se vale realmente a recontratação dele. Vale a pena?

Luis Cláudio Tarallo é técnico de basquete
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Arraiá da Palha pra esquentar o domingo no Vianelo

É na praça da feira, com apresentação do Maracatu Jundiaí e quadrilha

Primeira-dama do Estado traz padaria artesanal para cá

Lu Alckmin esteve em Jundiaí nesta quinta

Caldo de legumes

  Por Paulo de Luna

Temer ainda treme

Por Vera Vaia
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.