Jundiaqui
Jundiaqui

Festa da Uva retorna com magia musical na sexta

Jundiaqui
23 de janeiro de 2019
Festa concentra tantas atrações e pessoas positivas que já vale a visita gratuita ao parque

José Arnaldo de Oliveira

O som diferente para clássicos do rock da banda Quatro Caras e Meio é atração da Festa da Uva de Jundiaí na sexta (25) às 20h30 no palco externo. Pouco antes, às 20h, tem o samba e bossa nova de Luiza Miana no palco interno e mais um DJ convidado no coreto do samba, do outro lado dos pavilhões.

Mesmo sem contar a música, a festa concentra tantas atrações e pessoas positivas que já vale a visita gratuita ao parque. São réplicas de casas de colonos, adegas de vinho familiar, produtos típicos da cidade, cozinhas de festas comunitárias, espaços infantis, uma decoração belíssima e até mesmo grupos de vinhateiras dando boas vindas. Não tem como se sentir sem acolhimento nesse ambiente para todos, inclusive idosos ou pessoas com deficiência que precisem de uma carona nos carrinhos elétricos.

Mas, além de tudo isso, ainda tem a boa música. Depois da sexta, o sábado (25) tem uma enxurrada de atrações dos mais diversos estilos. Do desfile de jipes do Paço ao Parque da Uva entre 10h e 11h, recebidos com rockabilly, ao som roqueiro da banda UTI no palco externo às 20h. Do sertanejo raiz de Marina Ebbeck & Daniel Souza no palco interno às 16h30 ao bloco afro Kekerê no coreto do samba às 14h30. Do reggae do grupo Abanã no palco externo às 18h ao jazz de Shelly Simon no palco interno às 20h30.

E o domingo não fica atrás. Começa com o desfile de motos entre o Paço e o parque das 10h às 11h, chegando ao som do blues de Yuri Apsy, e segue com música italiana no palco interno das 13h às 15h, como no sábado, culminando no Pisa da Uva. Tem Projeto Dois tocando Djavan às 18h30 no palco interno e Banda Abalouko tocano axé e arrocha no palco externo às 19h. Tem pop rock do Salada Russa às 15h30 no coreto e as atividades do Agita Jundiaí às 10h no coreto do samba. E assim por diante.

O mais curioso é que no meio de tanta programação sempre tem uma sombra, um banco ou um canto para conversar. Algumas atrações ficam andando pelo parque todo – como a passagem de cosplays, dos palhaços da Trupe Fans ou do teatro individual de Mário Rebouças no domingo e o Carrocim Cultural ou a “pintura no degust” de Pedro Valle no sábado.

Enfim, se você ficar empolgado pela mistura de tradição agrícola e cultura local da festa, bote na agenda o leilão de frutas premiadas no domingo, às 16h. Ou os workshops enogastronômicos que acontecem às 14h, 15h30 e 17h do sábado e domingo. E, se tudo for alheio ao seu cotidiano, aproveite os passeios por sítios organizados por agências receptivas na festa.

Mas não perca a trilha sonora. A qualidade está muito boa.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Goleada russa surpreende apostadores do Bolão do JundiAqui

Ninguém acertou o resultado de 5 a 0, mas apenas três não pontuaram ao jogar contra a anfitriã

Tem princesa que cria piolho no Complexo Fepasa

Espetáculo inspirado em conto do folclore tem entrada gratuita nesta quinta

Maio vem recheado de gostosuras nos cursos do Maxi

Shopping de Jundiaí vai te ensinar a preparar diversas receitas de hambúrgueres

Gatinho

Por André Kondo
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.