Jundiaqui
Jundiaqui

Uva Niagara Rosada Jundiahy vem aí

Jundiaqui
27 de maio de 2019
Cidade promove ação para conseguir que a fruta surgida aqui tenha sua indicação geográfica 

Jundiaí é Terra da Uva graças à Niagara Rosada, que 86 anos depois de sua descoberta vai ganhar o sobrenome Jundiahy - grafia com "h" e "y" que caiu em desuso ao longo do tempo, mas que neste caso dá um toque de tradição.

A Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo, comandada por Eduardo Alvarez, trabalha para que a fruta passe a ter o registro de indicação geográfica, ou seja, ganhe um selo de qualidade.

Originária de uma mutação física natural a partir de um pé de Niagara Branca, isso em 1933 - foi tão espetacular a notícia que gerou a Festa da Uva a partir de 1934 -, ela tem grande importância na viticultura brasileira, sobretudo no Estado de São Paulo.

Alvarez convida os produtores e demais interessados que participem, nesta terça-feira (27), do I Encontro Técnico de Indicação Geográfica da Uva Niagara, na sede do IAC Centro de Frutas (avenida Luiz Pereira dos Santos, 1.500, bairro do Corrupira).

A partir das 14h, as atividades começam com uma apresentação sobre novos cultivares de uva de mesa e produção de uvas sem sementes, sob comando de João Dimas Garcia Maia, da Embrapa de Jales.

Em seguida, às 15h, a programação prossegue com a apresentação do Caderno de Especificações Técnicas da Indicação Geográfica Niagara Rosada Jundiahy, com José Luiz Hernandes, do Centro de Frutas do IAC de Campinas.

O encerramento será com uma terceira palestra, que tem início às 16h30, sobre novas práticas sanitárias para a podridão da uva madura no ciclo de verão, com participação de Lucas da Ressurreição Garrido, da Embrapa de Bento Gonçalves (RJ).

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Padre José Carlos Pedrini encara desafio de atrair novos fiéis

Pároco da Igreja da Colônia vê a Festa Italiana como chance de destacar o voluntariado e a fé traduzida em obras

Que beijinho doce…

Neste Dia dos Namorados, o JundiAqui chega todo apaixonado…

Arraiá da La Bella Arte é festa deliciosa no Caxambu

Escola de dança promove Festa Juliana a partir das 14 horas, com muita diversão para a família

Catequista deixa lição de fé e sua visão da “Santa Ceia”

Edwal Antônio Barbarini desenhou transformadores e ajudou a transformar vidas em Jundiaí
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.