Jundiaqui
Jundiaqui

Recorde na festa: uvas premiadas vão a leilão e chegam a R$ 1,5 mil

Jundiaqui
29 de janeiro de 2019
O lote 10 foi o mais concorrido de todos, com dois interessados disputando lance a lance

A 36ª Festa da Uva, promovida pela Prefeitura de Jundiaí e pela Associação Agrícola, bateu um recorde no domingo (27): R$ 1,5 mil para um lote de uvas premiadas, para alegria de Renê Tomasetto, presidente da associação.

Ele próprio deu lances em uma disputa que o público parecia não acreditar de tão animada e intensa. O leiloeiro foi instigando os interessados, como alguém em sua posição deve fazer, até que se estabelecesse nova marca para a festa - outros lotes chegaram a sair por até seis ou sete vezes menos do que esse valor.

O leilão das uvas vencedoras  de concurso da Festa da Uva tem sua renda revertida para o Fundo Social de Solidariedade.

De acordo com a organização, a uva brilha mais do que nunca agora em 2019: cerca de 131 mil pessoas já passaram pelo Parque da Uva nos dois finais de semana da festa (a expectativa é que o público total do evento seja de 170 mil pessoas),sendo que já foram comercializadas mais de 51 toneladas de frutas.

“Queremos chegar a pelo menos 100 toneladas vendidas”, diz o gestor Eduardo Alvarez, que cuida do Agronegócio e Turismo. “O último fim de semana é, historicamente, o que tem o melhor público. A Festa se consolida como uma das atrações de turismo de experiência mais procuradas do País, na qual o visitante se sente totalmente integrado com a cultura e a tradição”, completa. Para o próximo final de semana, quando ocorre o encerramento da festa, há 45 diferentes atividades culturais programadas, priorizando a valorização do artista local.

A festa segue nos dias 1º, 2 e 3 de fevereiro, sexta das 18h às 22h, sábado das 10h às 22h e no domingo, das 10h às 20h. A entrada é gratuita, mas o visitante pode contribuir com alimentos não perecíveis para o Fundo Social de Solidariedade. É na avenida Jundiaí, 1.111, Anhangabaú.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Ainda sem data para vir ao Sesc, atriz de “Jesus trans” faz filme de jundiaiense

Renata Carvalho será skatista transgênero em curta-metragem escrito por Sérgio Roveri

O ponto

Um ponto final significaria o fim de tudo ou seria só um acidente de digitação, pergunta Cláudia Bergamasco

Sacicrioulo traz de Campinas a “Ciência de Chico”

Banda resgata carreira de Chico Science na Quinta Livre

Às vésperas dos 90 anos, Walter Lourenção é a voz de Jundiaí na Cultura

Formado em Filosofia pela USP, maestro comanda desde os anos 80 programa de rádio sobre ópera
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.