Jundiaqui
Jundiaqui

Tamires saiu da terra da mangaba para ser princesa da uva 2020

Jundiaqui
6 de janeiro de 2020
Sergipana de 25 anos e que mora em Jundiaí há 12, leva alegria à Corte da Festa da Uva

Existe uma fruta poderosa que se chama mangaba, muito comum em Sergipe, rica em super nutrientes. Mas pergunte a Tamires Fernandes, 24 anos, qual sua fruta predileta e ela dirá nome e sobrenome: uva Niágara Rosada. Tamires veio aos 12 anos para cá e agora aos 25 é a 1ª Princesa da Festa da Uva 2020.

Modelo de profissão, a jovem diz viver dias de "uma experiência extraordinária" desde que foi eleita para a Corte da Uva. "Foi meu primeiro concurso e garanto que entrei uma e hoje sou outra pessoa, bem melhor. Essa minha eleição é uma retribuição que dou a essa cidade que me acolheu de braços abertos".

Tamires recorda com detalhes sua chegada a Jundiaí, junto com a mãe e carregando um bichinho de pelúcia no colo. "Descemos na antiga rodoviária, onde hoje é o Terminal Central e foi um impacto. Viemos do sertão sergipano para a cidade grande, com seus prédios e muita agitação. Minha mãe estava perdia, mas logo conseguiu emprego. Conquistamos e crescemos na cidade grande", resume.

Uma curiosidade é que o primeiro grande show da vida de Tamires foi no mesmo Parque da Uva em que vai brilhar a partir deste 16 de janeiro. "Fomos ver a banda Kalipso, uma loucura de gente!".

Sobfre sua missão na Festa da Uva garante: "Junto com as meninas vamos formar uma Corte da Uva alegre e que espalhe o amor".



Tamires recebeu um prêmio de R$ 3,5 mil como 1ª princesa, em eleição na Praça do Coreto, no Centro. Ela trabalhou também nas últimas semanas como Noelete, junto com o Papai Noel da Praça da Matriz, no "Escritório da ACE".



A rainha é Joyce Oliveira e a 2ª princesa é Geovana Alcântara.



 

 

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Don’t go breaking my heart

O filme “Rocketman” mostra aspectos da vida de Elton John que você provavelmente não conhecia, conta Cláudia Bergamasco

Com R$ 25 vai de caiaque e com R$ 50 dá para passear de veleiro

Verão vai ter sábados e domingos especiais no Parque da Cidade com a turma da Velas do Japi

Memórias Póstumas de Dick Tracy

Por Lucinha Andrade Gomes

Até a Igreja Católica lança concurso de crônicas

É a Pastoral Cultural da Catedral Nossa Senhora do Desterro em parceria com a Academia Jundiaiense de Letras
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.