Jundiaqui
Jundiaqui

DIA DA MULHER / Duília de Mello descobriu até estrela

Jundiaqui
8 de março de 2018
Astrônoma é a única jundiaiense a ter trabalhado na Nasa

Entre os jundiaiense que brilham, tem até uma que observou tudo pelo telescópio Hubble, equipamento que ajudou a mudar nossa visão do Universo. Duília de Mello, de 54 anos, é astrofísica com história escrita na Nasa, sendo  pesquisadora do Goddard Space Flight Center, nos Estados Unidos.

Duília nasceu em Jundiaí e cursou Astronomia na UFRJ. Antes da Nasa, trabalhou no Chile e deu aulas na Suécia. Foi a cientista responsável pelo descobrimento da Supernova SN 1997D, em 1997, e participou da equipe que fez a descoberta das Bolhas Azuis, que dão origem a estrelas fora das galáxias. A grande vencedora do prêmio Diáspora Brasil, concedido aos cientistas que se destacam no exterior, se impôs em uma área quase que inteiramente dominada por homens. É professora, dá palestras e escreveu o livro "Vivendo com as Estrelas". É casada, mãe e fala inglês, espanhol e sueco.

"Sempre fui apaixonada pelo Universo e, desde pequena, queria entender como ele funcionava tão bem sendo tão complexo. No fim dos anos 1970 eu vivia vidrada nas descobertas das naves espaciais da Nasa, Pioneer 10 e 11, que estavam visitando Júpiter e Saturno. Naquela época não tínhamos internet, e o acesso à informação era bem restrito, principalmente para quem era de classe média baixa, como nós".

A despeito das dificuldades, ela teve o que muitas meninas não têm: a liberdade de sonhar poder ser qualquer coisa. E foi fundo: fez e brilhou naquilo que escolheu. É por isso que merece nossa homenagem neste Dia da Mulher.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Às vésperas de deixar governo, Alckmin volta ao ninho tucano

Governador que sonha ser presidente vem nesta quinta; Nalini está de saída da Educação

Festa dos 20 anos da Valec entrou na balada

Animação marca os festejos da concessionária Renault de Jundiaí

Olha o passarinho!

Uma viagem aos “Jardins da Arara de Lear” sem sair de Jundiaí

Obra do jundiaiense Décio Pignatari revisitada em São Paulo

Nome-chave da poesia visual no Brasil tem trabalhos expostos na Galeria Millan
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.