Jundiaqui
Jundiaqui

DIA DA MULHER \ A lição de Lucinha: como tornar melhor nossa Educação

Jundiaqui
8 de março de 2018
Escritora e presidente do Clube da Lady comanda uma escola para 260 mil professores

Edu Cerioni

Lúcia Helena Andrade Gomes, a Lucinha tem certeza de que só a Educação poderá melhorar esse país. E essa professora de 61 anos faz sua parte melhorando a formação dos próprios professores, primeiro desafio para que tenhamos melhores alunos e, consequentemente, seres humanos.

A também advogada e escritora que é colunista do JundiAqui e preside o Clube da Lady de Jundiaí, coordena desde meados do ano passado a Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo "Paulo Renato Costa Souza" (nome em homenagem ao ex-reitor da Unicamp). "Aceitei o convite do [José Renato] Nalini, nosso secretário estadual de Educação, como prêmio e um grande desafio que é a capacitação de mais de 230 mil professores do estado e outros 30 mil servidores".

Lucinha comanda uma equipe na Capital com cerca de 100 pessoas e lembra que a Escola de Formação investe na tecnologia, com a maioria dos cursos a distância e com webconferências e um acompanhamento que exige devolutiva do trabalho. "Somos um time de professores e pesquisadores qualificados e extremamente comprometidos com os resultados que vão melhorar a vida nas escolas para milhões de alunos", diz.

E ela revela uma novidade: há estudos para que a Escola de Formação passe a agregar também a rede pública dos municípios paulistas com  sua infraestrutura tecnológica, composta por ambiente virtual de aprendizagem e ferramentas de colaboração online e administrativas integradas.

Terceira geração

Lucinha vem de uma família de educadoras. Sua avó e também sua mãe foram do Magistério.

Minervina Sant’Anna Carneiro, mais conhecida como dona Iaiá, estudou em São Paulo, no famoso Colégio Caetano de Campos, e mudou-se para Lins. "Ia montada a cavalo para a escola onde lecionava", recorda Lucinha, emocionada por ter ido no dia 26 de fevereiro junto com Nalini para Lins entregar a reforma da escola que leva o nome da avó. "Minha mãe seguiu no mesmo esteio. A dona Laura também foi professora e chegou a diretora de escola e dirigente de ensino." Mãe e avó já são falecidas.

Em Jundiaí, Lucinha foi professora e diretora na rede municipal por 25 anos. Na Escola Alvarina Barbosa Martins, no Jardim Bonfiglioli, ficou 17 anos. Fundou a Associação Municipal de Educadores, em 1985, sendo sua presidente por dez anos.

Além de cuidar da criançada, também ajudou na formação de jovens e adultos. Lecionou na Faculdade Anchieta por 24 anos. Professora da graduação do curso de Pedagogia e Direito, escreveu um livro sobre monografias jurídicas. Outro é autora junto com a filha Marcela, professora da Universidade de Santa Catarina, e Antonio Carlos Malheiros, desembargador, e trata de uma reflexão do cotidiano escolar à luz do direito educacional.

Sua atenção agora é toda para o ensino fundamental: "O essencial é trabalharmos melhor as séries iniciais. Temos que preparar essa criançada, porque daí o futuro vai ser melhor. É investir na alfabetização verdadeira, para que leiam e entendam. É apostar na cidadania e tudo passa pelo professor."

Mulheres

Lucinha comanda festa do Dia Internacional da Mulher nesta noite de quinta-feira (8) no Casa Cica Bar e Cozinha, uma parceria do Clube da Lady com o JundiAqui e com convites já esgotados. Como sempre, uma ação que também envolve o lado solidário, porque serão arrecadados copos e outros descartáveis para o Instituto Luiz Braile.

A diretoria do Clube da Lady, que reúne mais de 400 associadas, faz um trabalho voluntário e que busca ajudar crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social.

"Somos um time que realiza sonhos, que acolhe aos necessitados, que leva afeto, que torna o mundo mais humano, menos egoísta, mais altruísta e solidário. Somos as ladies da terra de Petronilha!"

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

FACTOIDE?

“Operação Rio” é tema para o Dr. Didi

O efeito de uma passeata

Por José Arnaldo de Oliveira

La Bella Arte agora em um verdadeiro estúdio de dança

Escola muda de endereço na Vila Arens, agora na rua General Carneiro

Guioza – Pasteizinhos Chineses

Por Paulo de Luna
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.