Jundiaqui
Jundiaqui

Eclipse

Jundiaqui
27 de julho de 2018
Por Thaty Marcondes

Hoje a lua se tingirá de sangue.

Não haverá ovulação: Só o líquido menstruado tingindo seu vulto.

Hoje a lua não sairá prateada às ruas, nem resplandecerá aos olhares dos apaixonados. Hoje ela não será fada madrinha: apenas fêmea comum, naqueles dias.

Estará mal humorada, por certo. Culpa da TPM. Explodirá em rajadas vermelhas pois hoje ela é carmim-cereja-fruto proibido: maçã do Éden.

Nem do amor hoje ela não quer ouvir falar. Hoje ela só quer sentir saudades, curtir a nostalgia. Embalando o clima, quem sabe um Glen Muller? Um baile orquestrado, uma valsa de quinze anos, um vestido decotado; a vela na mão e ela sem par, com um modelo justo e avermelhado. Vermelho-rubro-sangue. Vermelho-raiva-triste. Vermelho-amor-paixão. Vermelho-veneno-saudade. Dói. Ai como dói!

A face cora sem rouge nem blush. A boca sangra os desejos de morango.

Lembra-se do passado, quando era metálica, pálida, esquálida. Prefere ser Mar Vermelho que se admirar no espelho do Mar Morto.

Hoje a lua estará assim. Yesterday dos Beatles completa a noite triste, em que a lua sofrerá uma tentativa de morte. Veneno na lâmina afiada, enterra a adaga, arruína o corte. Hoje ela sangrará até o fim.

E eu choro: sua dor dói em mim.

Mas, pensando bem: vermelho é uma cor tão bonita!

Que tal uma música com trejeito tupiniquim? Pois afinal não há luar como esse do sertão!

Thaty Marcondes é escritora e poeta. Prêmio ALCG 2008 (crônica, primeiro lugar); Prêmio Anita Philipowski (2009); Vestibular UEPG (2010); Azul da Prússia (habilitado para os prêmios Brasil Telecom e Jabuti - 2013); Concurso Nacional de Contos (2013).

Foto: Valerie Gache/AFP visão da Lua sobre o Templo de Apollo, na Grécia, nesta sexta-feira (27)
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Ele acelera a 260 km/h, mas nas ruas é defensivo

Piloto jundiaiense Guilherme Salas dá dica para quem quer adrenalina

Manhãs de domingo

Por Wagner Ligabó

Amigo Secreto do JundiAqui revela as 15 instituições beneficiadas

Obras estão em exposição no Casa Cica e desafio agora é vendê-las e doar dinheiro à caridade

Escola de Negócios da ACE vai atender 15 mil alunos só este ano

Comerciantes e empresários dos serviços prestigiam apresentação do novo projeto educacional da associação
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.