Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaí participa do “Ciência Aberta” no debate sobre envelhecimento

Jundiaqui
8 de abril de 2019
Programa feito em parceria com o jornal "Folha de S.Paulo" destaca  Jundiaí


A experiência de Jundiaí no trabalho conjunto de envelhecimento ativo e patrimônio histórico foi levada por Eusébio Pereira dos Santos ao programa "Ciência Aberta", com Alexandre Kalache, Yeda Aparecida de Oliveira Duarte e Luiz Roberto Ramos.

Eusébio mostrou o trabalho desenvolvido nos últimos vinte anos pelo Celmi - Centro de Educação e Lazer para Melhor Idade, interligado à Associação de Memória da Companhia Paulista e do projeto Revolução das Bengalas, hoje todos sob o guarda-chuva do Instituto Envelhecer.

Foram citadas ações como Estaçãozinha Pede Socorro, o projeto teatral-educativo "A Baratinha e o Envelhecimento", a série de livros "Meu Pai Foi Ferroviário", com dez edições, além de propostas de cooperação com empresas e instituições.

Segundo Eusébio, "o debate fortaleceu as propostas do Instituto Envelhecer de valorização dos idosos ativos e com plena autonomia e seu papel na memória social da cidade e da sociedade".

O programa será veiculado no começo de maio.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

DIA DA MULHER \ Zenaide saiu da Agapeama para correr Olimpíada

Corredora descobriu vocação nos tempos de escola e disputou as provas mais importantes do mundo

Naquela mesa do Natura agora está faltando o Romeu

Minuto de Silêncio resgata a história do ritmista que tinha lugar cativo no bar do Vianelo

Maxi Shopping está lindo para o Natal

Casa do Papai Noel e pista de patinação são as atrações do shopping 

Roberto Franco Bueno lança livro que começou a escrever em 1957

Arquiteto e um dois principais historiadores de Jundiaí traz seu olhar sobre os últimos 200 anos da cidade
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.