Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaiense precisa de seu voto para ganhar o Educador do Ano

Jundiaqui
10 de setembro de 2019
 

Arabelle Calciolari é finalista do maior prêmio da educação básica brasileira com Beatles

A professora Arabelle Calciolari está entre os concorrentes do Prêmio Educador do Ano. Ela já figura entre os finalistas e garantiu um dos dez prêmios de R$ 15 mil ao Educador Nota 10. Seu trabalho, de língua estrangeira no 4º ano na escola EMEB Maria Angélica Lorençon, no bairro do Corrupira, chama-se "Os Beatles – seu tempo e sua história!". Agora, ela precisa de seu voto pela internet para conquistar a grande honraria e mais R$ 15 mil. Sua escola ganhou R$ 2 mil e sonha com mais R$ 5 mil agora.

Arabelle colocou em prática a visão de aprendizagem do idioma estrangeiro que prioriza a exposição dos alunos à língua autêntica e viva. Ela sabia muito bem onde queria chegar, mas modulou as etapas de sua sequência didática sobre os Beatles de acordo com a curiosidade dos alunos 4º ano, aguçada pelos materiais de qualidade levados para a sala aula.

A professora apresentou oito canções da célebre banda inglesa, cada uma por meio de exercício de listening diferente, variando as estratégias. Em seguida, as letras não foram traduzidas, aconteceram conversas sobre o que as crianças entenderam, construindo a compreensão de maneira coletiva. A história de cada composição, informações sobre o contexto das décadas de 1960 e 1970 e o engajamento político que a banda adotou foram acrescentadas por Arabelle e assim a turma entrou em contato com questões como a segregação racial e a guerra do Vietnã.

“Vi alunos emocionados ao término de vídeos com canções dos Beatles, interessados em entender o que foi a segregação racial e com vontade de conhecer mais sobre as músicas e as conquistas da banda”, afirma.

Para votar, clique aqui.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Eu continuo

Por José Renato Forner

Jundiaiense é o primeiro em Medicina da Unesp, mas vai de USP

Rafael Marcos Sartori Costa, de 18 anos, brilha nos vestibulares 

Risoto e lasanha são as novidades da Festa Italiana 2019

Paróquia da Colônia promove festança a partir de sábado e até 9 de junho

Crime passional ou suicídio?

Vivaldo José Breternitz relembra caso famoso dos anos 40
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.