Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaienses saem na 9 de Julho para pedir a prisão de Lula

Jundiaqui
4 de abril de 2018
A exemplo de cidades em todo o Brasil, Jundiaí também teve manifestação nesta noite de terça

Centenas de pessoas foram para a avenida 9 de Julho nesta noite de terça-feira (3) para protestar contra a eventual concessão do habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, véspera do julgamento do recurso no Supremo Tribunal Federal.

Os manifestantes relembraram, embora em menor número, os protestos que ajudaram no impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff.

Muitos voltaram a vestir a camisa da seleção brasileira e outros foram enrolados na bandeira do Brasil e mostrando o “pixuleco”, aquele boneco inflável que traz Lula com roupa de presidiário.

O STF julga, nesta quarta-feira (4), o pedido de habeas corpus da defesa do ex-presidente condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

O clima no STF é de tensão máxima, com batalha interna entre os magistrados e lobbies a favor e contra a concessão do habeas corpus, que tem como pano de fundo a discussão sobre a legalidade ou não de obrigar um réu a cumprir provisoriamente a pena a partir da condenação em segunda instância.



Fotos: reprodução Facebook
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Séculos e séculos de música com o Coral Jovem do Estado

Na apresentação no Polytheama nesta sexta, com entrada gratuita, tem música até de Paulo Diácono

Vacinação contra gripe começa nesta segunda em todas as UBSs

Primeiro serão imunizados os que têm 60 anos ou mais e o pessoal da área da saúde 

Festa da Uva abre uma janela para você ir aos bairros rurais

São 4 saídas ao dia, em ônibus para 46 pessoas, com vista ao Caxambu, Castanho, Terra Nova e Traviú

Clube da Lady vende pizzas de três sabores para 21 de abril

É do Vesúvio e você leva para assar em casa por R$ 30,00, escolhendo entre Muzzarela, Calabresa e Moda da Casa 
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.