Jundiaqui
Jundiaqui

Primeira diretora da Poli-USP em 124 anos é de Jarinu

Jundiaqui
10 de março de 2018
Liedi Bernucci tem 59 anos e comanda uma escola com 8 mil alunos e 450 professores

Uma engenheira que nasceu em Jarinu, cidade que faz limite com Jundiaí, quebra uma barreira de 124 anos: Liedi Bernucci assumiu a direção da Poli-USP, até então comandada somente por homens.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo tem hoje 452 docentes e mais de 8.000 estudantes.

Em 1977, quando entrou na Poli, menos de 5% dos alunos da graduação eram mulheres. Hoje elas correspondem a 20%. Fez seu mestrado e doutorado ali, onde dava aulas. Se especializou em pavimentação e construção de estradas, aeroportos e ferrovias.

Segundo o jornal "Folha de São Paulo", Liedi nasceu em casa da zona rural de Jarinu, e filha de um padeiro e de uma dona de casa, estudou sempre em escolas públicas. “Meu pai não tinha condições de pagar uma faculdade privada, então, se eu quisesse fazer engenharia, tinha duas opções: ou entrava na Poli ou entrava na Poli”. É casada e tem dois filhos.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Dia do Vinho começa com um grande brinde

Foi no saguão do Paço Municipal e reuniu as adegas de Jundiaí nesta noite de quarta

Niver de Raquel Cirino agita Casa Cica

Muitos amigos foram festejar idade nova da empresária na noite desta terça

Livro colaborativo une artistas de quadrinhos em campanha

“Revista Japi” com o tema “tudo é finito” se abre para apoiadores na internet

Qualidade do treino: fator determinante para o sucesso no futebol

Por Marcel Capretz
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.