Jundiaqui
Jundiaqui

Primeiro governador jundiaiense toma posse no Rio de Janeiro

Jundiaqui
1 de janeiro de 2019
Wilson José Witzel chama traficantes como narcoterroristas em seu primeiro discurso

O ex-juiz federal jundiaiense Wilson José Witzel tomou posse nesta terça-feira (1º) como governador do Estado do Rio de Janeiro. Falou que traficantes são narcoterroristas e como terroristas serão tratados. "Cidadãos fluminenses, não permitirei a continuidade desse poder paralelo." E prometeu retomar o crescimento via geração de emprego.

O novo governador foi acompanhado da mulher, Helena, e de três dos quatro filhos. Witzel se emocionou ao ouvir o Hino Nacional.

 

Wilson José Witzel, 50 anos, entra para a história de Jundiaí como seu primeiro governador eleito. Ele nasceu aqui e viveu na cidade até os 19 anos, com um pequeno intervalo fora, quando morou em Marília. Foi estagiário da Secretaria de Finanças da Prefeitura de Jundiaí aos 15 anos, ajudando na medição de imóveis para cálculo de IPTU, depois trabalhando em escritório do Vianelo. Foi sócio da Associação Esportiva Jundiaiense e frequentou o Clube Jundiaiense. No Bolão, treinava arremesso de peso.

No Rio, foi fuzileiro naval e defensor público. De 2014 a 2016, foi presidente da Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Witzel deixou a magistratura em março de 2018 (foi juiz federal por 17 anos). Ele é doutorando em Ciência Política, mestre em Processo Civil e professor de Direito Penal Econômico - com passagem por Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Sua presença

Uma taça de um bom vinho tinto e o pensamento voa até paragens impossíveis, elocubra Cláudia Bergamasco neste texto

200 crianças no palco mandam boas vibrações a Inos Corradin

Casa da Fonte e escolas fazem espetáculo em homenagem ao ítalo-jundiaiense dia 12

Depois da tensão vem a virada e o grito de campeão

Corintianos se reuniram na Cachaçaria da 9 de Julho pra assistir a vitória que valeu o título

Os muros e as gavetas

Por José Arnaldo de Oliveira
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.