Jundiaqui
Jundiaqui

Startup Imóvel Lab ganha prêmio de R$ 10 mil em concurso da ACE

Jundiaqui
31 de julho de 2018
Kauê Romero Russo e Luiz Ferrari brilham com plataforma de busca de  imóveis em leilão

O espaço EnpreendAce viveu um dia de festa para Kauê Romero Russo e Luiz Ferrari, contemplados com prêmio de R$ 10 mil e mais de seis meses de coworking pela Associação Comercial Empresarial de Jundiaí (ACE Jundiaí). Eles foram os grandes campeões do 1º Pitch Startup ACE Jundiaí, com a Imóvel Lab.

Foram dez os finalistas entre dezenas de inscritos e uma escolha acirrada na tarde de sexta-feira (27). Na disputa, projetos voltados à área jurídica, sustentabilidade, estética e até de cervejaria artesanal de startups de Jundiaí, Várzea Paulista, São Paulo e Campinas.

“Superaram as nossas expectativas. Recebemos boas propostas e algumas startups já estão até operando, só precisam de apoio financeiro”, afirmou o presidente da ACE, Elton Monteiro. É o caso da aposta do Imóvel Lab. O prêmio será usado em desenvolvimento e infra-estrutura, contou Kauê, que é de São Paulo.

O Pitch Startup surgiu para incentivar o empreendedorismo e a inovação. Além de Kauê e Luiz, o pódio teve ainda Renato Xavier de Lima, em segundo com Epicentro Digital, e Guilherme Gomes de Oliveira, terceiro com C-Bier.

A final contou ainda com projetos de Doraci Aleixo Maciel, Elio Silva, Joceli Saraiva Souza, Linecker Scarpelli, Orliudo Ribas Godim, Rafael Esposto e Rafaela Santos.

A avaliação dos dez finalistas foi feita, conforme regulamento, por especialistas de diferentes áreas. Participaram da banca: Andrea Mion (Vilage Marcas e Patentes), Anderson Pires Macorin (Rede SESI-SP), João Kepler (Bossa Nova Investimentos), Leandro Silva Queiroz (Sebrae-SP), Marcel Pratte (Grupo Viceri) e Messias Mercadante (Prefeitura de Jundiaí).

Segundo João Kepler, que trabalha com cerca de 40 startups, "todo pitch tem que ter vencedor, mas o mais importante é que cada um receba o feedback da banca e, se for inteligente, pegue aquilo e faça adaptações necessárias em seu projeto e o torne vitorioso também.”

Os finalistas participaram da Oficina de Elaboração do Pitch Startup, uma realização da ACE Jundiaí com patrocínio da Proseftur, BlobWeb, Vilage Marcas e apoio do Sebrae e Prefeitura de Jundiaí.

O segundo lugar ganhou seis meses de uso de coworking no Empreendace e o terceiro, de três meses.

Dicas

Antes da avaliação dos projetos, João Kepler conversou com o público presente por mais de uma hora e falou sobre inovação, contou como perdeu vários negócios, venceu desafios, aprendeu e se transformou em um dos maiores investidores em startups do país. Deu dicas para investidores e para quem está iniciando no mundo do empreendedorismo e das startups. Disse que os projetos devem ter propósitos definidos e ter alguns itens fundamenteis, entre eles recorrência, ser essencial para alguém, ter nicho específico definido e ser um projeto escalável, ou seja, quando é possível aumentar o faturamento sem ter que aumentar a infra-estrutura proporcionalmente.

“A primeira coisa é o empreendedor se questionar: por que fazer? A partir daí percebe-se o que não quer, porque ele tem que fazer o que gosta. E nessa lógica toda descobrir a solução para um problema.”

Após o anúncio do resultado, João elogiou a iniciativa da ACE Jundiaí e afirmou que gostou muito dos projetos apresentados, sinal de que a cidade está evoluindo num plano de crescimento de startups. “Gostei da iniciativa da Associação Comercial e gostei de ver empresários se relacionando com as startups. Vendo este conjunto, percebo que Jundiaí está no caminho certo.”

Veja fotos:



Fotos: Edu Cerioni e Adriana Zutini/Divulgação
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Homenagem soa como grande prêmio aos ouvidos de Plínio

Criador do logotipo da Banda São João Batista foi saudado pelo público no aniversário de quinta

Começamos a pensar

Por Guaraci Alvarenga

DIA DA MULHER \ Ariadne Gattolini virou notícia

Jornalista se tornou editora-chefe do jornal em que começou como ‘foca’

Aflaj tem nova diretoria e homenageia Jayme Martins e Maria Lúcia

Marilzes Petroni assume a Academia Feminina de Letras de Jundiaí em noite festiva
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.