Jundiaqui
Jundiaqui

Adeus aos 110 anos: Jundiaí se despede de dona Alice

Jundiaqui
6 de junho de 2018
Corpo de Alice Christina Schroeder Foelkel será sepultado nesta quarta-feira

Jundiaí tinha 24 mulheres e 6 homens com mais de 100 anos de idade, segundo o último levantamento do IBGE. Uma delas morreu nesta terça-feira (5). Foi o adeus de Alice Christina Schroeder Foelkel, que tinha 110 anos. Isso mesmo, ela nasceu em 1908!

No velório central, nenhum funcionário - alguns de mais de décadas de serviço ao município - tinha notícia da morte de alguém tão idoso. "Uma de 105 já tinha visto", disse a atendente da madrugada. Há quem acredite que era a pessoa mais idosa de Jundiaí.

Dona Alice morava na avenida Santo Ceolin, no bairro dos Fernandes, e seu corpo será sepultado nesta quarta-feira (6), às 11h, no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Desterro. Seu aniversário foi comemorado no dia 27 de maio.

Em 1908 ainda não existia Copa do Mundo e não tinham sido deflagradas guerras mundiais. Foi o ano em que os primeiros imigrantes japoneses desembarcaram no Brasil e que marcou a primeira corrida de automóveis no país.

Dona Alice era avó de Waldemar Foelkel, o Cabelo, que foi superintende da Fumas no governo Bigardi.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Plano Diretor precisa defender nosso ambiente

Por José Arnaldo de Oliveira

Maxi Shopping sorteia dois carros

Foram mais de 240.000 cupons depositados na urna durante a Campanha de Natal

Aeroporto de Jundiaí: em 2019, 24 horas no ar

Voa SP anuncia investimentos, via BNDES, para modernizar e esticar horário no Comandandte Rolim

Aflaj tem nova diretoria e homenageia Jayme Martins e Maria Lúcia

Marilzes Petroni assume a Academia Feminina de Letras de Jundiaí em noite festiva
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.