Jundiaqui
Jundiaqui

Adeus aos 110 anos: Jundiaí se despede de dona Alice

Jundiaqui
6 de junho de 2018
Corpo de Alice Christina Schroeder Foelkel será sepultado nesta quarta-feira

Jundiaí tinha 24 mulheres e 6 homens com mais de 100 anos de idade, segundo o último levantamento do IBGE. Uma delas morreu nesta terça-feira (5). Foi o adeus de Alice Christina Schroeder Foelkel, que tinha 110 anos. Isso mesmo, ela nasceu em 1908!

No velório central, nenhum funcionário - alguns de mais de décadas de serviço ao município - tinha notícia da morte de alguém tão idoso. "Uma de 105 já tinha visto", disse a atendente da madrugada. Há quem acredite que era a pessoa mais idosa de Jundiaí.

Dona Alice morava na avenida Santo Ceolin, no bairro dos Fernandes, e seu corpo será sepultado nesta quarta-feira (6), às 11h, no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Desterro. Seu aniversário foi comemorado no dia 27 de maio.

Em 1908 ainda não existia Copa do Mundo e não tinham sido deflagradas guerras mundiais. Foi o ano em que os primeiros imigrantes japoneses desembarcaram no Brasil e que marcou a primeira corrida de automóveis no país.

Dona Alice era avó de Waldemar Foelkel, o Cabelo, que foi superintende da Fumas no governo Bigardi.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Sucesso nas festas do Clube da Lady leva trio ao Casa Cica

Dalmo Gatti, Eduardo Calasans e Paulo Penteado vão se apresentar com um som delicioso a partir de setembro

Terça de festa no Maxi Shopping, com música, circo e alegria

Shopping completa seus 28 anos de atividades como referência na região

Sábado é um sucesso no Casa Cica

Pagode, DJ Fer Jr, chope e caipirinha em dobro… a fórmula pra reunir muita gente na balada do fim de tarde

Terça começa série de cursos do Maxi

As opções vão da culinária ao artesanato, passando ainda por como se vestir para buscar emprego
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.