Jundiaqui
Jundiaqui

Banda São João surgiu para acompanhar procissões pela Ponte

Jundiaqui
22 de junho de 2017
Nesta quinta à noite tem concerto de 60 anos. História começou com um padre e um alfaiate

Edu Cerioni

A Sociedade Musical São João Batista chega a seus 60 anos nesta quinta-feira (22), em concerto no Teatro Polytheama. Ela que já foi chamada de a Banda do Padre, surgiu para acompanhar as procissões da Igreja de São João Batista, na Ponte São João. Cresceu e se apresentou até na Europa...

Única remanescente das várias bandas formadas na cidade durante o século passado, a Banda São João foi fundada em 24 de junho de 1957, ideia do sacerdote italiano Ângelo Cremonte em parceria com o alfaiate João de Deus Rodrigues, que era músico nas horas de folga - na foto abaixo, a primeira apresentação.

Oswaldo Bárbaro foi um dos sócios-fundadores, assim como Antonio Mietto, Antonio Ferigatto, o maestro Elias Cavedal e outros moradores da Ponte, que pagavam mensalidade.

Entre 1971 e 1974, a banda parou de tocar por falta de recursos financeiros.

Entre seus presidentes, segundo a "Enciclopédia Cultural de Paula", aparecem Moisés Thomazi, Paulo Nicodemos de Carvalho, Antonio Hermínio de Souza Junior, Aristides Prado, Moacir Martelo, Rolando Giarola, Caetano José Franchi, João Bandeira, Henrique Jahnel Crispim e José Antônio Ferrarezi, o atual e que promove esse aniversário de 60 anos no Polytheama (leia mais).

Além do fundador Elias Cavedal, os maestro que comandaram a Banda São João Batista foram: Emígdio Lorencini, Aramando Campagnoli, Geraldo Cecato, Antonio Brunholi Netto, Ernesto Fabiano e Celso Souza e Silva. Nos últimos anos está sob a batuta de Jássen Feliciano (foto abaixo), que é 1º tenente de Música da Polícia Militar de São Paulo e rege o espetáculo desta quinta, com a participação até de bateria de escola de samba (leia mais).

Em 1987, a banda gravou seu primeiro disco, com 12 músicas, a maioria de compositores de Jundiaí. O segundo veio em 1995 e com toque sertanejo. Em 2004, gravou "Hinos da Cidade".

São inúmeras apresentações em programas de rádio e TV, além de cerimônias religiosas, militares, inaugurações, bailes e festas. O grande momento foi representar o Brasil no 8º Congresso Bandístico Internacional, quando se apresentou na Piazza Umberto I, em Besana-Brianza, na Itália (foto abaixo).O concerto comemorativo pelos seus 60 anos no Teatro Polytheama nesta quinta-feira (22), a partir das 20h, tem ingresso trocado por um litro de óleo ou um litro de leite longa vida que serão doados aos vicentinos (abaixo, a foto da formação atual).



 

Fotos: Reprodução

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Estação Central de Trem é invadida

Espaço abandonado sob o viaduto da Torres Neves serve de abrigo para moradores de rua

Sol, calor e aquele banho de alegria no desfile do Kekerê

Caiu uma chuvarada no meio da tarde que encharcou foliões na Ferroviários

Prefeito reinaugura praça com presença de criadores da Festa Italiana

Luiz Fernando homenageou Alfredo Paoletti e padre Giuseppe Bortolato, entre outros moradores da Colônia

Barcelona: comer, rezar e amar

Márcio Miguel traz 10 dicas para você curtir essa cidade apaixonante
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.