Jundiaqui
Jundiaqui

Marcelo Gragnani morre aos 53 anos em Cerquilho

Jundiaqui
28 de dezembro de 2017
Ele se apresentou no Chacrinha e inspirou o irmão Rudy a imitar Elvis Presley. Mas fez história nas quadras de basquete

No dia da missa de Sétimo Dia de Ernesto Staeheli Neto, o esporte de Jundiaí perdeu mais uma grande figura nesta quinta-feira (28): Marcelo Gragnani. Ele travava há quase dois anos um luta contra o câncer. O enterro será em Cerquilho, onde vivia.



Rudy Gragnani, irmão mais novo, cancelou o show desta sexta (29) no Juventus Club. Rudy deve muito desse seu sucesso a Marcelo. "Ela era carismático e divertido, voltava em pé no corredor do ônibus da Caprioli dançando e cantando, imitando Elvis e Sidney Magal com perfeição. O Rudy começou a cantar por causa do Marcelo", lembra o amigo José Mario Orlandi, que emenda: "Ele se apresentou até no programa do Chacrinha".

Para se apresentar na TV, Marcelo teve que faltar a um jogo de basquete, o que o deixou muito dividido, tanto que optou por esquecer os palcos e seguir nas quadras.



Marcelo jogou basquete aqui na cidade e foi junto com Zé Mario e Mina para o Regatas de Campinas, com direito a título. Lateral que tinha uma precisão incrível nos arremessos, chegou a defender o Sírio Libanês, em São Paulo no seu último ano de juvenil. Estudou no Colégio Divino Salvador e fez faculdade no Anchieta. No basquete adulto jogou por Cerquilho e lá fez família - deixa esposa e dois filhos.



Fotos: reprodução Facebook

 

 

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Bizarrices

Por Vera Vaia

Capela da Ressurreição de Aparecida ‘guarda’ 65 mortos de Jundiaí

Eles estão imortalizados no Memorial dos Devotos, que é virtual

Tô zen

Por Vera Vaia

Tudo reflete em campo

Marcel Capretz escreve sobre o São Paulo e um ambiente tão pesado que ninguém se acerta mais
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.