Jundiaqui
Jundiaqui

Morre Tranquilo Sacramone, que foi sinônimo de eletrodomésticos

Jundiaqui
24 de agosto de 2018
Aposentado e viúvo, ele tinha 87 anos e marcou a história do comércio de Jundiaí

Edu Cerioni

Som, móveis e eletrodomésticos fizeram o sucesso do Credi Tranquilo. A loja foi um marco no comércio da Vila Arens a partir de 1971, chegando a ter mais de trinta funcionários. Antes, todos tinham que ir ao Centro para compras, o que dá o toque de pioneirismo também à história de Tranquilo Sacramone, que morreu nesta noite de sexta-feira (24), aos 87 anos.

Tranquilo contou para a "Revista do Clube Jundiaiense" que um orgulho foi ter trazido Elza Soares para a inauguração da loja, que ele comandou por trinta e quatro anos. Entre 1979 e 1981, o Credi Tranquilo foi o recordista de vendas na cidade e isso lhe fez um dos cem maiores revendedores Brastemp de todo o Brasil.

Além das vendas, Tranquilo se preocupou em formar compradores. Por isso criou aqui a Escola Walita, para ensinar o jundiaiense a fazer bolos, tortas e outros. Claro que a ideia é que adquirissem os eletrodomésticos necessários em sua loja, que ficava na rua Dr. Olavo Guimarães, espaço hoje ocupado pelo Banco do Brasil.

"O comércio, além de gratificante economicamente, foi onde ganhei muitas amizades", disse à reportagem do CJ há dois anos. Ele começou com uma quitanda.



O aposentado, que era viúvo de Maria Aparecida, contou que o melhor momento do dia era quando sentava para fazer as refeições. Gostava de cavalos e dizia que sua maior qualidade era a boa intuição. 

Fotos: reprodução "Revista do Clube Jundiaiense" e Acervo Prof. Mauricio Ferreira/Sebo Jundiaí
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Folclórico Nasser Mohamad traz dança árabe no domingo

Parque da Uva também recebe atrações musicais e sarau de poesias

Duda Zilio agora é estrelinha lá no céu

Nossa Garota de Fibra teve muitas complicações após o transplante de pulmão e morreu aos 15 anos

De “E o Vento Levou” a “La La Land” em canções orquestradas

Sábado tem “Hollywood em Concerto” com a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

Sem beijaço no Paço, sem drags na praça e Jesus trans proibido

Grupos cristãos mudam programação da Semana da Diversidade Sexual
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.