Jundiaqui
Jundiaqui

Picôco imortalizado no Estrela da Ponte

Jundiaqui
1 de abril de 2019
Inauguração de placa com nome do colunista social é com grande festa no bairro em que nasceu e viveu até os 72 anos


Picôco Barbaro está imortalizado no Clube Estrela da Ponte, com uma placa com seu nome desde a noite do sábado (30). Falecido em março de 2017, o ex-colunista social do "JJ" e do JundiAqui foi reverenciado por amigos, em festa com rock nacional e muita cerveja.

A placa azul, igual a essas usadas nas ruas de Jundiaí, circulou de mão em mão antes de ir parar na parede. Todo mundo queria registrar o momento em foto.

Altevir Cecatto, presidente do clube, se disse feliz por homenagear alguém tão ligado às coisas do Estrela. Edu Cerioni, que deu ideia de se colocar a placa ali, lembrou que Picôco "carregava a Ponte São João no coração e por isso nunca poderá ser esquecido e também porque escreveu seu nome na história do bairro e de Jundiaí".

Maria Fernanda Barbaro Coutinho, sobrinha de Picôco, representou a família e ganhou muitos abraços e carinhos. Ela chorou de saudade e citou trechos de uma mensagem deixada por Santo Agostinho e que emocionou a todos: "A morte não é nada. Apenas passei ao outro lado do mundo. Eu sou eu. Você é você. O que fomos um para o outro, ainda o somos. Não mudes o tom a um triste ou solene. Continua rindo com aquilo que nos fazia rir juntos".

A noite realmente foi de muitos risos, abraços e beijos. O som rolou gostoso com o vozeirão de Rodrigo Caetano com o bom e clássico Rock'n Roll nacional dos anos 70 e 80 em uma versão acústica junto com o violão esperto de Samuel Souza. Dago Nogueira ainda entrou no ritmo da percussão que teve a companhia do pandeiro de dona Ignezinha, em canções de Raul Seixas, Cazuza, Legião Urbana e muito mais.

A placa de Picôco, presenteada pela Jund Roll Rolamentos de Eduardo Moura, fica de esquina com a de Zabumba. No Estrela também têm placas Erazê Martinho e Almir Cecatto.

Agora é esperar que Jundiaí faça uma homenagem oficial a Picôco.

Veja fotos exclusivas do JundiAqui:   Em tempo: fez sucesso na festa o livro "Infinita É Tua Beleza", escrito por Edu Cerioni e que fala dos 25 anos do bloco Refogado do Sandi, que tem Picôco, Erazê, Zabumba e Almir em destaque. Sandra Silva, Altevir, Nelly e outros também se viram registrados ali...

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Di Fiori vem aí com coleção luxo e glamour

Fernando e Viviane preparam o lançamento de novos modelos de óculos de sol

Professor de filosofia da Unicamp lança livro no Gabinete

César Nunes é autor de “Platão e a Dialética: Entre a Filosofia do Amor e o Amor à Filosofia”

“Brechas” reúne trabalhos de 25 artistas na Galeria do Polytheama

Mostra tem pinturas, desenhos, esculturas e fotografias de Cecília Celandroni e outros

Alegria carnavalesca marca baile do Refogado

O tradicional bloco de Jundiaí levou escola de samba e muita diversão para a Associação dos Aposentados  
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.