Jundiaqui
Jundiaqui

Tem missa aqui e em Gravataí pela memória de Duda Zilio

Jundiaqui
6 de novembro de 2017
Em Jundiaí, será na igreja da Vila Hortolândia, nesta noite de terça-feira

Edu Cerioni

Duda Zilio terá missa de sétimo dia nesta terça-feira (7). Amigos e familiares se reunirão aqui em Jundiaí, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, na Vila Hortolândia, a partir das 19 horas, e também na cidade de Gravataí, no Rio Grande do Sul, na Igreja Nossa Senhora dos Anjos.

A imagem acima foi enviada ao JundiAqui pelos pais de Duda, Alexandre e Margarete, em agradecimento ao carinho que Duda e eles receberam do povo de Jundiaí nos últimos anos, desde que foi a público a campanha da Garota de Fibra para poder fazer o transplante no Sul.

Maria Eduarda Massucatto Zilio lutou muito pela vida, mas acabou vencida na última quarta-feira, dia 1º, após 142 dias internada na UTI da Santa Casa de Porto Alegre, onde passou por transplante de pulmão em junho - é hospital referência na América Latina.

Antes da cirurgia, Duda e os pais moraram em Gravataí desde o final de 2015, quando começou o longo processo até o transplante.

A menina tinha 15 anos e deixou uma mensagem que seus pais vão levar adiante: a de que a doação de órgãos salva vidas. Duda não conseguiu um pulmão cadavérico e teve que passar por transplante intervivos, ainda assim sempre lembrava nas redes sociais de que existem milhares de brasileiros na fila de espera por uma chance de ganhar vida nova.

Alexandre e Margarete vão participar da missa de Gravataí, para onde embarcaram de volta no sábado (4), depois do enterro da caçula. Vão ficar por lá até janeiro. Vão encarar esse primeiro momento de luto longe de casa, para onde Duda tanto sonhava em voltar.

A Igreja da Vila Hortolândia fica na rua Guatapará, 26.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Dia da Maldade

Pelo chef Manuel Alves Filho

Clube da Lambretta acelera por Jundiaí

Pessoal se reúne em sítio do Caxambu, de onde parte para provas de velocidade e de resistência de até quatro horas

Enfim, sai credenciamento de 3 leitos de UTI do Grendacc

Agora, expectativa é para que hospital seja incluído na rede oncológica

O ponto

Um ponto final significaria o fim de tudo ou seria só um acidente de digitação, pergunta Cláudia Bergamasco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.