Jundiaqui
Jundiaqui

Encruzilhada

Jundiaqui
28 de abril de 2019
Por Cláudia Bergamasco

Nada é tão fácil no início
Nem no percurso nem no fim
Há um clima inclemente
Entre duas pessoas

Tempo demais de supremacia
O encheu de confiança em si mesmo
Até que foi bom
Houve momentos bons
Apenas bons
Nada mais foi natural
Nada mais foi trivial
Nada mais foi compensação e equilíbrio
Nem uma flor
Nem todo jardim

Amor que é simples se complica
E todo amor vai ficando assim
Um faz algum sinal
Um trejeito
Um tom diferente na voz
O outro já interpreta mal
E o que era banal
Vira um estopim

Ele era similar demais para se ignorar
Mas diferente demais para se tolerar
O debate continua a se alastrar
Sim
Detonou
Foi um caos
Nosso amor ia bem
Não tão bem
Mas enfim
Bem normal
Foi até bom, como disse

Mas o tempo da transição se alarga
E o tempo de vida se encolhe
Nossas pálpebras se empergaminham
E à medida que a vida avança
A memória se apequena
Você vai esquecendo um pouquinho as coisas
Juntando memórias do passado não muito longe
E as bem longe
Cada momento é parte daquilo que passou
E também do que está por vir

Complicou quando eu comentei
Que era tão triste o seu olhar
“Meu olhar”, como assim?
A tristeza vem de você para mim
A tristeza de um olhar
Vem do outro olhar
Vem de tanto olhar
Vem de não olhar
Como assim?
"Pelo olhar”?

Pensei numa frase
Lida em algum livro recente:
“Hóspedes (entenda “convivência”) são como peixes: começam a feder depois de certo tempo”
Ele não entendeu nada

Eu tenho necessidades
Ele também
Não nos entendemos mais
Não nos completamos mais
(Isso chegou a acontecer? Mesmo?)
Não nos olhamos mais
Não conversamos mais
Cadê a amizade?
O que sobrou?

Necessidade não é fraqueza
Necessidade é apenas necessidade
Por causa disso
Pode haver um motim
Eu senti
Ele sentiu
Que era o fim

Contra a solidão inevitável
Tome viagem
Calce um tênis
Saia por aí
Leve
Sem rumo
Sem o peso
Do (des)amor perdido
Aquele que ficou
Em algum lugar do caminho
Que vocês dois caminharam
E se perderam
E nunca se acharam
E se perderam todos os dias das suas vidas
Porque nunca se encontraram de verdade
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Sexta tem porco no rolete da Amarati

Vai ser no Rancho Jundiaí, no Terra Nova, com convites a R$ 50,00

Jundiaiense volta à Stock Light com pole e vitória

Guilherme Salas correu como convidado em Interlagos e roubou a festa

Ainda dá tempo de participar do Varal Poético do JundiAqui

Você tem até quarta para mandar uma poesia e concorrer a um óculos de sol, da Di Fiori

MP questiona comissionados em 21 inquéritos civis contra Prefeitura

Governo de LFM terá que se explicar por conta da suspeita de contratações irregulares
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.