Jundiaqui
Jundiaqui

Encruzilhada

Jundiaqui
28 de abril de 2019
Por Cláudia Bergamasco

Nada é tão fácil no início
Nem no percurso nem no fim
Há um clima inclemente
Entre duas pessoas

Tempo demais de supremacia
O encheu de confiança em si mesmo
Até que foi bom
Houve momentos bons
Apenas bons
Nada mais foi natural
Nada mais foi trivial
Nada mais foi compensação e equilíbrio
Nem uma flor
Nem todo jardim

Amor que é simples se complica
E todo amor vai ficando assim
Um faz algum sinal
Um trejeito
Um tom diferente na voz
O outro já interpreta mal
E o que era banal
Vira um estopim

Ele era similar demais para se ignorar
Mas diferente demais para se tolerar
O debate continua a se alastrar
Sim
Detonou
Foi um caos
Nosso amor ia bem
Não tão bem
Mas enfim
Bem normal
Foi até bom, como disse

Mas o tempo da transição se alarga
E o tempo de vida se encolhe
Nossas pálpebras se empergaminham
E à medida que a vida avança
A memória se apequena
Você vai esquecendo um pouquinho as coisas
Juntando memórias do passado não muito longe
E as bem longe
Cada momento é parte daquilo que passou
E também do que está por vir

Complicou quando eu comentei
Que era tão triste o seu olhar
“Meu olhar”, como assim?
A tristeza vem de você para mim
A tristeza de um olhar
Vem do outro olhar
Vem de tanto olhar
Vem de não olhar
Como assim?
"Pelo olhar”?

Pensei numa frase
Lida em algum livro recente:
“Hóspedes (entenda “convivência”) são como peixes: começam a feder depois de certo tempo”
Ele não entendeu nada

Eu tenho necessidades
Ele também
Não nos entendemos mais
Não nos completamos mais
(Isso chegou a acontecer? Mesmo?)
Não nos olhamos mais
Não conversamos mais
Cadê a amizade?
O que sobrou?

Necessidade não é fraqueza
Necessidade é apenas necessidade
Por causa disso
Pode haver um motim
Eu senti
Ele sentiu
Que era o fim

Contra a solidão inevitável
Tome viagem
Calce um tênis
Saia por aí
Leve
Sem rumo
Sem o peso
Do (des)amor perdido
Aquele que ficou
Em algum lugar do caminho
Que vocês dois caminharam
E se perderam
E nunca se acharam
E se perderam todos os dias das suas vidas
Porque nunca se encontraram de verdade
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Exclusivo: Jundiaí tem R$ 35 milhões e dois anos para erguer Centro de Basquete

Nova direção da Confederação Brasileira de Basquete vai trazer seleções para a Vila Liberdade

Centro de Línguas com inscrições abertas

Até dia 5 de outubro dá para se candidatar a uma vaga em curso gratuito

Olho Latino tem mostra na Pinacoteca até dia 20

Xilogravuras de 9 artistas, entre eles Alex Roch, estão em exposição no Centro

Conheço esse semblante

Por José Renato Nalini
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.