Jundiaqui
Jundiaqui

“Jogos, trapaças e dois canos fumegantes”

Jundiaqui
29 de janeiro de 2019
Pelo Dr. Didi

GUY RITCHIE fez esse filme com um elenco pesado - JASON STRETHAM e VINNIE JONES.

É só um título de filme.

Quero mesmo é falar dos canos fumegantes.

Com o decreto que facilita a posse de armas. Até quatro por pessoa - "um arsenal" e depois a liberação para portá-las, se aprovado pelo Congresso.

Só para "gente de bem".

O que é gente de bem?

Conheço um monte que só é até a primeira página. "Pisou nos calos", acabou a bondade.

Cortou no trânsito, pegou a vaga no supermercado, vaozu som alto da casa do vizinho... e aí veremos canos fumegantes.

São "tutto buona gente". Será?

A posse de uma arma é muito mais complicada do que se pensa. Não é apenas um desejo, um fetiche; a arma um dia vai matar. É para isso que ela foi feita.

Dona Hasselman vai usá-la de salto alto - disse. Que gracinha.

Pois é. Quem me vê assim escrevendo não sabe que fui fanático por armas de fogo. Já tive até porte de arma - dois.

Tenho treinamento e até já ganhei duas medalhas de tiro - um primeiro e um segundo lugar nos meus tempos de Exército (sou oficial R2 da Arma de Infantaria, o que muito me honra).

Já me vi em função a empregar uma arma de fogo, uma .45, durante uma dissuasão nos anos 70. Sei da responsabilidade de tê-la nas mãos.

Tambem já quase causei um acidente fatal. Não sei como ficaria depois. Graças ao bom Deus, não aconteceu o pior. Mas já vimos famílias destroçadas por situações semelhantes.

Não vejo nosso povo em condições de ter armas. Não vejo os americanos do norte como exemplo.

Temos muito mais coisas a discutir e legislar do que a liberação de armas de fogo em um ambiente ainda carregado de ódio entre semelhantes.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Quando ir ao mercado vira diversão

“Pop”, com a Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação tem entrada gratuita domingo

Naquela mesa do Natura agora está faltando o Romeu

Minuto de Silêncio resgata a história do ritmista que tinha lugar cativo no bar do Vianelo

Todas as apostas do Bolão para as quartas-de-final

Confira o placar que cada um dos apostadores aponta para os mata-mata entre os oito finalistas do Mundial

Oficina de biscuit e outros cursos nas férias do Maxi

São opções para a garotada e para os adultos no shopping
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.