Jundiaqui
Jundiaqui

sem tempo a perder

Jundiaqui
26 de dezembro de 2018
Por José Renato Forner

existe uma história contada pelos vincos da pele.

pelo olho mais caído ou mais aberto.

uma quase esperança ou falta dela reveleda.

existe uma serenidade exposta em boca meio aberta.

ou a tensão e o desespero em dentes cerrados e lábios contraídos.

existe o desleixo de alma acusada em olhos vazios.

e também o transbordamento de vida em olhos que pulsam.

o rosto é mapa. é reflexo. beleza é semblante.

não esmorecer é ser modelo em passarela de descontentes.

como diria o poeta juvenil: "sempre em frente. não temos tempo a perder."
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Rotary de Jundiaí Leste ganha associado em noite de visita do governador

Sebastião dos Anjos Queiróz vem à cidade e comemora chegada de Marcelo Silva Velho ao clube

70 anos do Ciesp traz maestro João Carlos Martins ao Sesi da Hortolândia

Bachiana Filarmônica vai apresentar espetáculo que reúne fantásticas trilhas do cinema, com entrada gratuita

Futuro sombrio

Por Douglas Mondo

Christiane Grigoletto vem colorir nosso dia

Artista plástica chega ao JundiAqui em pinceladas vibrantes e das mais variadas cores…
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.