Jundiaqui
Jundiaqui

Hospital da Criança, um ano depois

Jundiaqui
1 de março de 2018
Por Verci Bútalo

Em 12 de outubro de 2002, sete anos após a fundação do GRENDACC –  Grupo em Defesa da Criança com Câncer, iniciávamos uma trajetória que culminaria com a inauguração, em 1º de março de 2017, do Hospital da Criança do GRENDACC.

Quanta luta e superação nesses quinze anos de batalha!

 Sem dúvida temos muito a agradecer no dia de hoje pois, desde o tempo da “casinha” lá atrás do Tênis Clube até o Ambulatório, muitos avanços tivemos e conseguimos superar muitos desafios.

Afinal, desafios sempre fizeram parte da nossa história!

 Hoje comemoramos (parece mentira) um ano da inauguração do “nosso” hospital e, o mais importante, é saber que aos poucos, dia após dia, vamos tentando proporcionar às crianças que aqui vêm, o tratamento que elas merecem lembrando sempre que “toda criança tem o direito de viver e que fique claro que, esse direito de viver, é muito mais do que o simples direito de não morrer!” (Dalmo Dallari).

Assim, agradeço a todos que vêm colaborando para que consigamos atingir nossos objetivos: nossos parceiros doadores, amigos e colaboradores que perseveraram conosco, não permitindo nunca que desistíssemos; as equipes médica e multidisciplinar que se complementam, compreendendo sempre que as diferenças podem ser superadas quando o ideal é compartilhado e a todos os voluntários que não nos deixam jamais esquecer que: “Na união de nossas mãos está o renascer de muitas vidas”!

Feliz aniversário, Hospital da Criança do GRENDACC!

Verci Andrêo Bútalo é diretora-presidente do Grendacc
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Dois anos depois, obras de Inos vão poder ser apreciadas

Quadros que estavam no Velório do Centro agora terão exibição na Pinacoteca

Max Gehringer, nosso especialista em Copas

Jundiaiense tem livros sobres os primeiros mundiais e um que trata dos 7 a 1 de 2014 para a Alemanha

“Brechas” reúne trabalhos de 25 artistas na Galeria do Polytheama

Mostra tem pinturas, desenhos, esculturas e fotografias de Cecília Celandroni e outros

Um homem de fé

Por Guaraci Alvarenga
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.