Jundiaqui
Jundiaqui

O rápido passar do tempo

Jundiaqui
6 de novembro de 2017
Por Wagner Ligabó

Fazia um certo tempo ( uns 15 anos kkk) que eu não ia a um congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Perdi noção do tempo!

Muita gente, locais distantes, infraestrutura questionável, filhos jovens, eram fatores que desestimulavam a ida e, principalmente, porque nosso congresso, o da Sociedade de Cardiologia de São Paulo - SOCESP, ficou bem mais interessante sem precisar sair de casa. Eu fui fundador e presidente da Regional SOCESP JUNDIAÍ por longos 10 anos! Quanto tempo, meu Deus!

Mas esse ano o chamado “Brasileirão”, por ser em São Paulo, resolvi ir para rever amigos e assistir algumas palestras de interesse.

Putz! Os jovens cardiologistas tomaram conta! Tudo dominado! Não conhecia quase ninguém! Raras cabeças brancas, porque tem muito velho vaidoso que pinta as madeixas só pra não perder a pose. Só revi meus amigos de residência médica, hoje todos professores palestrantes. Não vou negar que fiquei cismado. Cadê o pessoal?!

Porém o fato que me fez cair a ficha de como o tempo passa e estou envelhecendo estava por vir. Fui pagar a anuidade da Sociedade e a jovem recepcionista, pra minha surpresa, disse sorrindo: “A partir deste ano o doutor não precisa pagar mais! Quem é sócio e paga por mais de 35 anos e completa 65 anos, e como o senhor completa esta idade agora dia 15, torna-se sócio remido! Parabéns!” Fiquei estático! Me senti cheirando naftalina!

Realmente a partir de um certo momento de nossas vidas não nos damos conta do tempo, que voa e passa cada vez mais depressa.

Já fui um jovem cardiologista e tenho saudade do vigor de outrora.

Mas gratifica ver o tempo correr e ao olhar para trás ter a sensação de dever cumprido. A vida tem mão única!

O congresso foi legal e voltei agora, satisfeito e remido! Pois é! Que se viva a vida! Sem medos, arrependimentos ou com falta de fé. “Somos movidos pelo coração” é a mensagem.

Viva a vida! O Picôco sempre teve razão!

Wagner Ligabó é médico cardiologista e vereador
Jundiaqui
Você vai
gostar de

A carta que não enviei

Por Guaraci Alvarenga

Dia da maldade

Pelo chef Manuel Alves Filho

Terça tem João Carlos De Luca no Happy Hour do Maxi

Shopping oferece programação musical a partir das 19 horas

Deus te livre…

Os tempos mudaram, as tradições do jundiaiense se esvaíram com o progresso, mas a língua… Por Wagner Ligabó
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.